domingo, 11 de abril de 2010

Domingo Sertanejo!

Eu morro de saudade longe do seu beijo
Coração não pára de acelerar
Quase a duzentos por hora batendo no peito
Cria asas querendo voar
Sua voz me chama
E eu grito seu nome ao vento
E o meu pensamento vai te encontrar
Meu olhar se perde buscando seus olhos no mar
Olhos cor da noite
Prata do luar

Essa saudade tá doendo, tá doendo sim
Eu não consigo eu não posso eu preciso te ver
Essa vontade é tamanha já não cabe em mim
Tô voltando agora mesmo pra você

Composição; Zé Henrique

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Quando é preciso acreditar em si

Há um ano eu conheceria uma pessoa que mudaria para sempre a relação que eu tenho comigo mesma. E que me fez entender o que é atravessar um...