quarta-feira, 15 de abril de 2009

O que irrita um ariano

Fale com eles dando uma enorme pausa entre as palavras.
Não deixe que eles falem, ou, se falarem, corte pelo meio.
Diga como quer que façam as coisas e fique controlando.
Não demonstre paixão e haja como se você não gostasse dele. Levante a voz cada vez que se quiser fazer entendido.
Dê uns cascudos na cabeça dele de vez em quando.
Lembre sempre que eles estão querendo aparecer, e, no meio de um grupo, dirija-se a ele, advertindo - "Você fala eu, eu, eu, o tempo todo...
Entre, sem pedir licença e alugue o tempo deles numa segunda feira de manhã...

Sou sempre eu!

"Eu sou criança.. sou moleca e vou crescer assim!!!

Gosto de abraço apertado, de sentir alegria inteira, inventar outros universos, meus mundos.. gosto de inventar amores. O mundo pra mim é grande, existem coisas que não entendo e muitas delas não precisam ser explicadas, pelo menos para mim...

O que me importa é tudo que faz os meus olhos brilharem, meu coração bater forte, o sorriso saltar!!! Por isso, tenho um coração maior do que eu, nunca sei minha altura... na verdade sempre terei o tamanho dos meus sonhos.

Coragem eu tenho.. mas meus medos, esses sim são muitos!!!

Tenho medo de filme de terror, tenho medo das pessoas, tenho medo de mim, tenho medo da solidão..
Minha bagunça mora aqui dentro, pensamentos entram e saem, nunca sei aonde vão parar. Mas uma coisa eu digo: eu não páro. Perco o rumo, ralo o joelho, bato de frente com a cara na porta: sei aonde quero chegar, mesmo sem saber como. Assim eu vou seguindo. Sempre me perguntando quanto falta, se está perto, com que letra começa, se vai ter fim, se vai dar certo.

Eu sou assim. Nada de meias-palavras.

Já mudei, já aprendi, já fiquei de castigo, já levei ocorrência, já preguei chiclete debaixo da carteira da sala de aula, mas palavra é igual oração: tem que ser inteira senão perde a força!

Sou menina levada, princesa de rua, sou criança crescida com contas para pagar.

Trabalho igual gente grande, fico séria, traço metas. Mas quando chega a hora do recreio, aí vou eu... beijo escondido, faço bico, faço manha, tomo sorvete no pote, choro quando dói e as vezes choro quando não dói também.

Amar!? ..eu amo igual criança.

Amo com os olhos vidrados, amo com todas as letras. A-M-O. Amo e invento. Sem restrições. Sem medo. Sem frases cortadas. Sem censura. Sem pudor.
Quer me entender? Não precisa.
Quer me amar? Me dê um chocolate, um bilhete, uma surpresinha como o brinde que você ganhou e não gostou, uma mentira bonita que me faça sonhar!!! Não importa.

Criança não liga pra preço, não liga pra laço de fita e cartão de relevo.
Criança gosta de beijo, abraço e surpresa! ..criança gosta de amor!!!"

(Fernanda Mello)


"Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi..
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!!"
As veces nuestros sueños caen al suelo,
como pedacitos de estrellas que poco a poco se apagan.
Nuestro corazón llora em silencio, y cuando las lágrimas caen, hielan todo el cuerpo.
Y el corazón de tanto amar se convierte em hielo para no sufrir más, para ya no llorar.
Pero se volteas al cielo, te darás cuenta que quedan millones de estrellas y cada una es un sueño por cumplir, y la fuerza em tu interior, derretirá el hielo em tu corazón.
Solo nunca dejes de creer, porque el amor y tus sueños...
Son la única puerta hacia a la ETERNIDAD... "

Dulce Maria - Dulce Amargo
'Nunca desvalorize ninguém
Guarde cada pessoa dentro do seu coração
Porque um dia você pode acordar
E perceber que você perdeu um diamante
Enquanto você estava muito ocupado colecionando pedras'.
O que sou? Sou uma pessoa que tem um coração que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu pôr em palavras um mundo ininteligível e um mundo impalpável. Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana ou animal.”

CLARICE LISPECTOR
A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

Mário Quintana

O tudo sobre mim

"Eu sei viver. Não sou qualquer amiga de todos, não concorro à miss simpatia, nem sou adorada por unanimidade. As pessoas têm o direito de não gostar do meu jeito, mas às vezes gostam tanto que levam um pouco dele com elas. O meu amor eu guardo para os mais especiais. Não sigo todas as regras da sociedade e às vezes ajo por impulso.. Erro; admito. Aprendo; ensino.. Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. As pessoas julgam, eu julgo. Não conheço ninguém tão bem a ponto de saber o que se passa em sua cabeça. Não sou qualquer uma, tenho meus limites e respeito meus sentimentos. Não preciso de pessoas insignificantes para preencher um suposto espaço vazio. Não sou qualquer ditadora, abro exceções, perdôo aos outros e a mim. Todos merecem uma segunda chance, mas nunca uma terceira. Mudo de opinião, mas não de princípios. Não sou qualquer imbecil, sei distinguir o certo do errado.Embora às vezes a tentação fale mais alto. Não sou o Diabo muito menos Deus!"
O sono não vem.
Escovo o cabelo colorido. Faço minha sombrancelha para passar o tempo.
À meia-noite tomarei os remédios do rim e dormirei.
Amanhã vem, medo, tensão. Em 3 dias tanta coisa eu deixei de fazer. Planos metodológicamente sistematizados ao longo do fim de semana e simplesmente guardados em caixas imaginárias.
Me tranquei em meu mundo escuro com alguns feixes de uma luz neon lilás.
Encho a pança de água e espero ter a chance de não tropeçar no caminhar de amanhã!.
Caminante son tus huellas
El camino nada más;
caminante no hay camino
se hace camino al andar.
Al andar se hace camino
y al volver la vista atrás
se ve la senda que nunca
se ha de volver a pisar.
Caminante, no hay camino
sino estelas sobre el mar". António Machado.
*As conquistas humanas compõem-se de 1% de inspiração e 99% de transpiração.
Thomas Edison
"Poderiamos ir além do infinito,sem saber onde chegar,buscar o imaginário para um dia ser real.
Fazer fatos obscuros ao vento, sem nenhum firmamento,sem asas pra voar.
Sair sem destino,sem hora pra chegar,viver às estrelas e ao luar e depois voltar dizendo, ME NAMORA.
Coisas inéquecíveis que ficam inúteis ao vermos o novo ser realizado, sem muita certeza de uma prosperidade concluída.
De fato, isso não torna ninguém fraco,apenas,faz com que FORTES se tornem derrotados,onde o gosto da vitória já estava na garganta."
(Lucas Xavier)

Frasesinha apaixonada!

"Milhares de relacionamentos acabaram não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto. Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?"


eu estou tão a fim de ti.............Pense nisso!

RPG

Eu sou problemática ou é normal não entender absolutamente nada de RPG?.
Me sinto fora da normalidade, já que ultimamente 9 em cada 10 pessoas com quem ando gostam dessa paradinha de jogos sem noção.
Com todo respeito, eu desisto de entender!

Quando a novela me mata de raiva!

A novela Caminho das Índias merece meu aplauso de pior novela de todos os tempos. Sim, sem sentido, sem noção, sem nada a acrescentar. Tem de tudo: uma tradição maluca(com todo respeito!), representada da pior forma pela Glória Perez, tem um maluco, com uma mãe maluca, com um monte de gente sem absoluta noção............E o pior, é o exemplo que o jovem bandido com os pais super educados. Passam para nós a sensação de que somos todos nós retardados.
Não sou amarga ou mau amada, mas sério, não acho nenhum galã, só tem gente doida. Marcio Garcia? E Juliana Paes, a cara de sapo!
E ela dura até agosto, ou até mais!
Não acredito!
Não acredito, por favor preciso de mais calmante.
O amor espera em silêncio.
Além e antes,
a flor de todos os espinhos
abre-se a cada sol
ainda que o dia, sob plúvios,
pareça lamentar minhas feridas.
Presa a alma nestes lamentos,
creio, entretanto, em outras cores
e nos eflúvios novos
de outra primavera.
Sei do céu, dos seus caminhos azuis
onde já passei um tempo
que era todos os tempos.
Por isso, creio enquanto...

... o amor espera.
Silêncio!

http://abrindojanelas.blogspot.com/
Um ano depois de um término pesado de namoro, eu escuto a pessoa me dizer, que me define como MULHER, assim em caixa alta no msn.
Acho que fazia tempo que não escutava um elogio desses e na situação em que me encontro é muito bem vindo escutar isso.
Primeiro porque foi um namoro confuso, cheio de brigas, ciúmes e crises de anorexia. Eu era uma garota tensa, chorona. Ele perdeu a paciência depois de 9 tentativas de idas e vindas. Era um namoro contra várias posições familiares e de amigos. Ninguém acreditou que vingaria. E não vingou.
Com o fim do namoro eu nunca mais consegui me resolver bem com namorados. Não tenho mais aquela vontade de ter alguém ,dividir coisas e sentimentos. Quero uma pessoa bacana sim, mas já é algo que não é plano de fato, é consequência.
E ouvir dessa pessoa que eu sou uma mulher, me emocionou. Além de estar fragilizada pelas dores nos rins, eu me sinto frágil pela vida em si, que eu complico tanto ao longo de tantas novas descobertas.
Adorei ouvir. E adorei saber que mesmo com as diferenças, a distância, a confusão que foi o namoro, essa pessoa nutre um respeito e uma admiração que eu nunca imaginei existir!.

O primeiro! Novas percepções!

Hoje me lembrei de você. De nosso primeiro beijo, no quarto ao lado, onde papai e mamãe riam do jogo de cartas.
Eu passei anos beijando o travesseiro, imaginando poses e flashes. E tudo que consegui fazer foi derramar discretas lágrimas.
Uma tarde de domingo. 4 de abril de 1999. Eu então com meus belos e gordos 15 aninhos.
Você e seus olhos castanhos, seu perfume Uomini, sua delicadeza, você era meu melhor garoto, o único capaz de me fazer sentir menina, não menina do futebol com a galera da sala. Tudo parecia sentido, vivido.
Beijar você foi a experiência mais inesquecível, mais perfeita que eu vivi até hoje. Era o primeiro beijo. Ainda me lembro do começo ao fim, daquela tarde ainda fria do inverno moscovita, novas percepções e novos brilhos.
O brilho que me ilumina até hoje e que mesmo nas desilusões mais pavorosas me faz acreditar que um beijo pode mudar todo rumo de uma história.
A nossa história se desencontrou em meio há 10 anos. Tudo passou rápido, eu hoje mulher, você desapareceu. Mas eu espero poder desencantar e encontrar você. Ou vocês!.

Vontade de sair dos contos de fada!

Odeio paixonite, lágrimas pelo amor dos moçinhos da novela, que se amam e onde tudo dá certo.
Na vida real. Apenas as desilusões de defeitos malfeitos de desencontros em tempos malcriados. Tenho uma certa raiva de não poder cultivar os corações alheios, de não ter o poder de seduzir, de recriar e de inventar verdadeiras histórias de contos de fadas.
Sim, eu me sinto amando o nada, o vazio de sentimentos que eu não tenho realmente esperança alguma. A esperança de ser feliz prevalece sobre livros e teorias. As novelas e os filmes, sem o nexo, mas com a vontade.
O tempo passando. Eu deito. Eu levanto. Tomos os remédinhos, bebo muita água, e deito de novo.
Não é fácil ,uma pessoa agitada como eu, ver o sono vencer. Ver o cansaço, sentir o corpo mole e novamente o sono. O cansaço do corpo não é de pura e absoluta preguiça. É simplesmente o corpo pedindo atenção. O rim pedindo socorro, a vida pedindo ajuda. Viver melhor, meta maior.
E abandonar o mundo, me fechar em meu cásulo, encerrar a multidão de palavras que costumo falar por dia, o celular que não toca e eu não ligo para ninguém. Silêncio. Conformismo com a solidão instalada desde domingo. Sim, tudo que ouvi, mudou o que eu já estava pensando em mudar, mas que me faltava coragem. Encontrei. A coragem, o destino e a absoluta reclusão.

Semana 01 de 2018 - Insegurança

E chegamos finalmente em 2018. Meu réveillon foi muito bom. Tive uma crise interna quando cheguei na festa, meio que me achei feia (sim, é ...