segunda-feira, 23 de maio de 2016

Inspirações para festas leves!


Algumas inspirações que eu usaria não somente em um casamento, mas em qualquer tipo de evento onde gastar não é o foco, mas sim manter uma relação harmônica entre sonho e dinheiro.  

Apaixonei nestas casquinhas de cereja. Penso muito em ter frutas em um evento meu e certeza que essa inspiração é possível.


Achei esses cartões fofos. Imaginei um em cada prato com frases de agradecimento. 




Esse tipo de mesa eu acho lindo. Encostada na parede, com tudo acessível. Leve e descontraído exatamente como um evento deve ser, sem nunca perder o glamour.




Independente do tipo de festa e apesar de que não sou muito fã de havaiana, essa inspiração me foi muito aceitável, principalmente porque não tem nada escrito. 


terça-feira, 17 de maio de 2016

Especialista em Assessoria Executiva

Não tem jeito... Toda vez que escrevo agora, lembro daquela pessoa bacana e feliz que disse que eu só escrevo abobrinha. Ainda me dá um semi ódio dela, mas ao mesmo tempo, mando um beijo com carinho para ela. E só não mando um palavrão porque né? Sou do bem e quero o bem de todos. 
E eu vim dividir com vocês, 05 leitoras assíduas, que recebi lindo e cheiroso o meu diplominha da pós. Olha, deu uma emoção danada sabe? Daquelas assim: chorei quando vi, chorei quando saí da faculdade, chorei na parada, chorei no ônibus e chorei escrevendo o texto em agradecimento no facebook. 




Agradecer é de fato o ato mais importante neste momento. Tem gente para caramba para agradecer, mas obviamente que uma em especial eu vou agradecer inclusive quando chegar a minha hora e eu pedir para colocarem todos os meus diplomas para eu levar para a eternidade. Sim, não riam, mas quero todos comigo por desencargo.
E assim digo mesmo que Renata, e raramente uso o nome da pessoa aqui no blog, é a pessoa que se eu pudesse teria colocado o nome dela lá no diploma. Juro!. Se tivesse um espaço e eu soubesse que esse pedaço de papel chique fosse ajudá-la em algum momento difícil, eu colocaria o nome dela lá e teria muita alegria em ajudar. 
Foram meses muito chatos. Nunca fui muito esperta nisso de sentar a bunda na cadeira e estudar de fato. Escrever um TCC então, um parto de 10 meses. Mas ela foi firme. Me deu tudo o que eu precisava para aprender que não tem jeito, sou meio lerda, mas tenho muita coragem. Porque eu quase, quase mesmo chutei o balde. E ela lá, mesmo me fazendo chorar muitas vezes, não me abandonou.
A configuração de nossa amizade mudou bastante depois deste evento. E acho que aconteceu como deveria. Como costumo dizer sempre: cada um tem uma função na vida do outro. E sei que ela foi importante para me fazer acreditar em minha capacidade e ao mesmo tempo saber onde devo pisar.
Fazer uma pós foi muita audácia da minha parte. Confesso. Não sei se pela vida, pelo divórcio, pelo trabalho em excesso tanto como Secretária quanto como Cerimonialista, fizeram 12 meses parecerem 10 anos. Mas aqui estamos. 
E logo tudo ficará bem. E espero de coração que ser Especialista em Assessoria Executiva me traga novos ares, novas experiências e caminhos. 
Cada dia mais amo minha profissão. Tem dias bons e dias ruins, mas é com certeza minha melhor escolha e a Deus entrego meus dias, minhas ações e pensamentos para construir um mundo melhor para mim e para você que me ajudou muito a jamais desistir. 

segunda-feira, 16 de maio de 2016

E o coração pulsa...

Aqui estou mais uma vez. Digo que não irei escrever, mas sinto uma necessidade urgente de colocar em linhas virtuais o que se passa pelo meu pequeno coração. 
A verdade é que as últimas semanas foram muito intensas e nervosas. Cansativas e repleta de dúvidas e medos. Ainda estamos todos meio perdidos e tentando continuar a vida da melhor forma possível, ainda que estejamos em meio à um turbilhão de mudanças radicais. 
E levo isso para minha vida pessoal, onde depois de um tempo, meu coração voltou a bater de forma diferente. De forma mais calorosa e de uma forma que há tempos eu não lembrava como era. 
Deus tem me mantido serena, sem a urgência típica de um começo de relacionamento, sem medo até. A maturidade me ensinou à duras penas, que se é para ser será. 
E assim caminha a vida: tentando manter a sanidade, a vontade de vencer, de manter os estudos em dia, a leitura, o entusiasmo e o amor. 
E desejo neste momento conturbado em nosso país que todos consigam se manter de pé. E que Deus tenha piedade de nós, nos oriente na luta e nós dê saúde para continuar acreditando.

Beijos e beijos. 


segunda-feira, 9 de maio de 2016

Looks de segunda à sexta.





















terça-feira, 3 de maio de 2016

Jardineira


































Tênis e saia /Saia e tênis