terça-feira, 12 de julho de 2016

Ânsia

E na ânsia de ser boa, acabo estragando boa parte do que sou e tenho. Me pergunto muitas vezes o porquê de eu ser tão certinha e ao mesmo tempo tão estabanada. É um tal de achar isso, achar àquilo. É um tal de tomar atitudes sem pensar, sem orar, sem entender, sem respirar.
Fico nesse de querer ajudar, sem saber se o outro quer ajuda. Ou de falar sem saber se o outro quer a minha opinião. É um tal de ser sem saber se o outro quer que eu seja.
Levo essas minhas atitudes para todos os meus campos de vida e nessa ânsia de ser, ter e fazer tudo, nada sou, tenho ou faço. E os nós não se desatam, a caminhada fica pesada e eu me perco. E me afogo em lágrimas, sufoco e desespero. E me despedaço.
Seria possível uma mudança? Seria possível depois de uma atitude sem critério (mais uma) eu me reinventar? Seria possível me perdoar e ser perdoada? Seria possível provar que entre idas e vindas dentro de mim eu sou uma pessoa boa?
Espero que sim. Cansada desse recomeço diário tão pesado, tão cheio de medos.


terça-feira, 5 de julho de 2016

Que o número 2 se multiplique.

E dois meses se passaram. Dois meses onde até um briguinha já rolou. Mas são dois meses tão gostosos, tão intensos e cheio de amor.
A sensação é tão boa que as vezes nem acredito que tenha recebido de Deus tamanha graça. Não que eu tivesse ali desesperada pedindo um namorado, mas sim, em minhas orações sempre pedia a Deus que me desse uma nova chance de amar.
Sou durona e passei meus últimos dois anos dizendo que não iria me relacionar normalmente novamente. A verdade é que eu estava mascarando uma vontade absurda de cafuné, beijos e amassos com uma única pessoa. 
E quando eu parei de pensar nisso de fato, aconteceu e aconteceu na hora certa, pois eu já cansara de passar a grande maioria de minhas noites sozinha.
Meu amor é muito legal, divertido, inteligente e mesmo sendo apenas 02 meses juntos eu tenho uma gratidão intensa em tê-lo comigo. Mesmo com algumas diferenças normais e repetindo, estarmos juntos há tão pouco tempo, meu coração se sente extremamente feliz ao lado deste rapaz que não precisou de muito para conquistar meu coração machucado e cansado. 
E que este número dois se multiplique. 
Beijos!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...