sexta-feira, 30 de maio de 2014

Uma carta para Sophia

Oi Sophia, tudo bem?
Eu sei que neste momento você deve estar um pouco assustada. De repente o quentinho da barriga da mamãe deu lugar à luzes, cores, cheiros que você não sabe bem o que é. Calma. Logo você entenderá, porque as coisas acontecem no seu devido tempo. 
Você foi uma bebê muito esperada, muito desejada, muito paparicada desde que foste concebida e assim continuará sendo. Em cada idade o amor por ti aumentará e cada coisa que fizeres nós babaremos e nos orgulharemos.
O mundo em que você veio anda assim meio confuso, Copa do Mundo no Brasil e bla bla bla, mas calma, logo você entenderá como é passar por tudo de forma brilhante. Tenho absoluta certeza que você será uma cidadã do bem, estudará, ajudará ao próximo e se esforçará por um mundo melhor para você e para seus pais.
Por falar em seus pais nunca esqueça do amor deles por ti. Não importa o que aconteça, confie neles, acredite nos conselhos deles e não os afronte, pois eles nunca lhe desejarão o mal. Eles podem não saber de tudo, mas perceba que eles estão um pouco além de ti e sempre irão querer te ajudar.
Sorria sempre, ame seus avós, tios, padrinhos e primos. A família, você perceberá também, é um bem precioso e que ok, pode não ser a mais perfeita, mas é super divertida e adora uma farra e sempre no meio dessa confusão toda que é viver, estará te apoiando, te dando colo, te incentivando.
Tenha muitos amigos, pratique o bem, dance, tenha um hobby, uma fé, uma profissão que lhe pague bem e ao mesmo tempo te faça feliz, mas olha, tem que estudar viu? Não fique indignada com os castigos ou com algumas palmadas, caso aconteça, tudo é para que você perceba que nem sempre você poderá fazer ou ter tudo o que quer. As dificuldades existirão, mas olha, o céu é lindo e Brasília também. 
E por fim, viva. Princesa, viva. Não deixe que nada tire a sua paz, a sua beleza, o seu sorriso, o seu sonho. E confie que a vida, uma vez ou outra pode parecer assim chata, mas viver é uma dádiva e com honestidade, humildade e perseverança, sim, você alcançará tudo o que sonhar.
Te amo.
Da sua tia-avó.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Buquês singelos

Buquê é algo que eu não sou muito fã, mas tem noiva que gosta e é tradição.
Selecionei uns bem fofinhos e com o qual me casaria sem problema.


Juliana Paes é a minha inspiração para minha entrada somente com uma rosa. Amarela.

Buque-de-uma-flor



rose bridal bouquet


lima-mexico-wedding-bouquet.jpg




buque so uma flor


E então? Gostaram das inspirações?

Espero que sim!


Beijos e beijos!

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Acreditando no amor. Sempre.

Acabei de chegar da comemoração pelos 3 anos de casamento de uma casal que eu e o ex apadrinhamos.
E eu me senti tão feliz por eles. E fiz uma prece interna para que esses anos se multipliquem com toda a logística normal em um relacionamento e a superação de tudo o que for necessário para o aumento do amor, do respeito e da admiração. Somos também padrinhos da filhinha deles, o que me faz ter muito mais orgulho ainda.
Dia desse me perguntaram se eu não achava irônico ajudar a realizar casamentos sendo que eu vi o meu ruir e se isso não me amargurava. E eu respondi que muito pelo contrário. Não acho irônico porque eu já trabalhava com isso de certo modo antes de casar e cada casamento que eu vejo acontecer aumenta minha fé no amor. E sinto uma vontade enorme de ser feliz, muito mais feliz.
O que eu aprendi nestes últimos dias, que separação não é o fim do mundo. É uma dor que não cura, porque é o fim de sonhos, mas é preciso acreditar. O amor está aí para ser vivido, se for para uma vida inteira, meu Deus! que maravilha!, mas é preciso ter maturidade para evoluir quando esse amor se transforma. 
E espero poder ver um monte de casais super felizes, se casando, tendo filhos, acreditando, começando, recomeçando... A vida segue todos os dias. 
E voltando ao meu casal do dia, desejo que eles se amem. Se respeitem. Se admirem. Se apaixonem. Se dediquem. Se transformem. Juntos. E que nunca desistam de si. Assim, encontrarão um ao lado do outro uma razão para jamais desistir um do outro.

Beijos. 
Bom fim de semana.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Sou voluntária na Copa do Mundo sim e com muito orgulho!

Resolvi escrever sobre isso por conta das diversas piadinhas e críticas que venho recebendo nos últimos dias por conta da minha decisão de ser Voluntária na Copa do Mundo de 2014. 
Para quem não sabe, fui Voluntária na Copa das Confederações no ano passado. Fui uma indicação de uma amiga e em meados de abril, lá estava eu me dedicando de corpo e alma à apresentação de abertura do evento. Este ano na Copa do Mundo eu ainda não sei o que farei de fato, mas venho me preparando tanto virtualmente quanto presencialmente para estes grandes dias. 
Sim, grandes. Porque já não dá para voltar atrás e refazer tudo. Agora a Copa vai acontecer e nós não podemos fazer nada.
Não sou uma completa burra e alienada que não sabe o que está acontecendo pelo Brasil à fora. Sei e entendo a revolta da população e percebo em pequenos gestos a raiva que muitos sentem de nós voluntários. O Brasil atravessa de fato um dos seus períodos mais delicados, mas a Copa está aí e a nossa função, seja como Voluntário ou não, é ajudar para que o fiasco não seja total. 
Eu também me sinto mal com tudo. Sinto pela nossa falta dos direitos básicos e dói ver que tanto foi investido e pouco ou quase nada nos será retornado. Falta saúde, educação, segurança e infra estrutura. Falta de um tudo neste nosso Brasil e sei que a Copa de fato não nos trará um benefício, mas sei também que quebrar e queimar ônibus e saquear não é a melhor forma de provar nossa insatisfação. Sou cidadã, pago impostos, enfrento o caos público porque não tenho Plano de Saúde e não tenho carro. Não sou abestalhada ao ponto de acreditar que a Copa ia mudar algo em nossas vidas, mas acredito neste momento no meu papel e eu o irei desempenhar da melhor maneira que me for possível.
E eu sou bem egoísta afirmando que muito do ser Voluntária se voltará para mim, mas voltando para mim eu beneficiarei o meu país, porque só quem faz esse tipo de trabalho entende o quanto nossa percepção à respeito de muitas coisas básicas muda e isso nós levamos para a rua, no voto, na nossa maneira de enxergar a nossa sociedade e é no meu papel profissional que o ser voluntária mais me agrega e dentro de uma linha de retorno, eu sendo uma profissional melhor, ajudo o meu país a melhorar.
Enfim. 
Gostaria muito de pedir um pouco mais de respeito com os voluntários. Assim como pelas pessoas que estão dando duro dentro do que é possível para que este evento aconteça de forma pacífica. E respeito por quem já batalhou em várias construções e até morreram para que chegássemos aqui e pelas que seguem nesse trabalho árduo de tentar com que cheguemos aos dias de jogos com estádios mais arrumados e aeroportos com o mínimo de estrutura. Não é fingir que nada aconteceu e colocar um sorriso no rosto blasé. É ser respeitoso com os turistas que virão, é mostrar dentro do ruim o que temos de bom, porque agora meter o pau no Brasil não vai adiantar. É a nossa oportunidade pessoal de mostrarmos que o Brasil vai além do samba, da mulata, da festa e da Copa até. Somos um povo que precisa resgatar suas raízes, provando o quão corajosos e humanos somos nós.
Reafirmo que não sou contra os protestos, acho até que eles devem ser feitos. Só peço que não machuquem os inocentes, e neste caso, os voluntários. Cada um ali, tem o seu objetivo com esta participação, logo, respeita-los já é uma maneira de querer um Brasil melhor. 
Obrigada aos que não andam rindo de mim por conta de eu ser Voluntária. Serei quantas vezes for preciso, seja em um evento como esse, seja em um projeto familiar, porque toda forma de voluntariado além de ser feita com o coração, não precisa ser grandiosamente mostrada.

Um beijo.

Segue abaixo o link de uma entrevista que dei em minha casa para a Doris Calderón da rede TELESUR da Venezuela, falando sobre o voluntariado na Copa do Brasil 2014.

https://www.dropbox.com/s/e3rtinscf3e9qpn/Brasil%20Voluntario.mov



terça-feira, 20 de maio de 2014

Inspiração de segunda à domingo - Chicismo - inverno chegando


Segunda

le trou d`aiguille  Blazers, Vero Moda  Sweaters and Zara  Shirt

Terça

Sfera  Cardigans, oasap  Skirts and Stella Mccartney  Heels

Quarta

Zara  Pants, Zara  Flats and Zara  Blazers

Quinta


Sexta


Sábado 

San Valentín

Domingo

Zara  Sweaters, H&M Men  Shirt and stan smith adidas  Sneakers

segunda-feira, 12 de maio de 2014

5 anos de ANTAQ

Começo a semana de maneira muito feliz. Hoje é um dia especial por estar comemorando 5 anos no mesmo setor, na mesma empresa, tirando o fato de que é a minha 3ª empresa terceirizadora. 
Me sinto muito feliz e realizada, embora eu saiba que as coisas podem mudar, que eu não sou insubstituível. Mas isso não me tira a vontade de realizar de forma exemplar as minhas funções e sei que nos últimos 5 anos eu estou fazendo isso com uma paixão cada vez maior.
Nunca pensei que me apaixonaria tanto por uma profissão que ainda caminha à passos lentos rumo ao reconhecimento pleno. A luta pela causa é diária. Acredito que o papel do Secretariado vai além das funções básicas e rezo para que tenhamos a oportunidade de crescimento total dentro dos estabelecimentos a onde trabalhemos. Espero que essa mentalidade de que somos serventes, mude. Somos seres pensantes, estudamos duro para isso, temos mil dificuldades e acredito que essa mudança de postura deva começar por nós. 
Ao longo da minha trajetória profissional eu já levei muitas porradas. Já ouvi que era burra, que deveria procurar outra profissão. A verdade é que não me vejo em outra profissão. Me vejo crescendo muito dentro daquilo que escolhi para a minha vida e essa valorização nada mais é do que justa.
E hoje, olhando para trás, olhando para os últimos 5 anos, me sinto privilegiada por estar exercendo não só a minha função de formação, mas podendo realizar mudanças, podendo opinar, podendo acordar sem àquela preguiça ou àquela angústia. Eu venho trabalhar feliz, mesmo que eu saiba que problemas existam. E quero melhorar cada dia mais. Quero me tornar uma secretária mais capacitada, mais centrada, mais confiante e porquê não, mais ousada, e isso não refere-se à vestimenta, mas sim ao fato de ter ainda mais coragem de mudar, opinar, estabelecer novas formas facilitadoras de desenvolvimento de tarefas.
Segue aqui o meu muito obrigada às muitas pessoas que acompanham a minha trajetória aqui na empresa, fora dela; pessoas que acreditam nessa minha paixão por servir com humildade e perseverança. Que eu possa sempre fazer a diferença, sem preguiça, enfrentando cada obstáculo com a cabeça erguida. 
Um beijo à todos e que venham muitos outros anos sendo uma Secretária feliz!


domingo, 11 de maio de 2014

Feliz dia das mães!

E hoje é o dia em que se celebra as mães e eu dedico esta música à minha Mamys Linda. E esta música simplesmente porquê me lembro muito de nossos anos na Argentina, e tudo que vivemos lá foi muito especial, diria até que foram os nossos melhores anos, ainda que tenhamos vivido alguns problemas.
Aproveito para desejar à cada mãe neste mundão, um dia bem lindo, tranquilo, seguro, alegre, cheio de sorrisos e presentinhos. E desejo às futuras mamães que elas sejam bem felizes nessa nova etapa, em especial aqui as minhas amigas Simone e Crisca. Ah e tem a Patyzinha que acabou de ser mamãe do Daniel.
Ah são tantas mães especiais para mim. Eu ficaria dias. Então, a cada uma que foi e é especial para mim, um super beijo e um ótimo domingo. 






P.S: Filhos, por favor, não esperem o próximo domingo de dia das mães para amá-las. 

terça-feira, 6 de maio de 2014

Inspiração de segunda à domingo - Pied de Poule

Tá na moda? Eu não uso, mas isso não significa que eu não indico né?
Hoje temos fotos dessa estampa que é chamada de Pied de Poule e eu achei um monte de looks bacanas. Para mim é uma estampa que nunca sai da moda. Eu tinha um vestido dela em Moscou. Usei até não caber mais porque a titia lá só comia, logo engordou.

Vejamos as inspirações. Aproveite o inverno e se joga. 

Segunda

Stradivarius  Sweaters, Bershka  Pants and Zara  Shirt

Terça

http://cherrylady.com.br/


Quarta



Quinta




http://garimpodafip.com.br/

Sexta


Sábado


http://www.cademeublush.com/


Domingo



http://elabrincadeprocurar.blogspot.com.br/











domingo, 4 de maio de 2014

Lágrimas para lavar a alma

E eis que ontem a cerveja entrou e a verdade saiu em forma de lágrimas. Chorei feito criança, chorei sem vergonha, sem medo do que iriam pensar, falar, dizer ou espernear. Chorei no colo de irmã, de mãe e de prima. Chorei um choro entalado, desgarrado, descontente. Lavei a alma por dois segundos e tive que em mais dois segundos, recompor o que precisava recompor. 
Sou do mundo, o mundo é meu. Sou pequena, frágil, aterrorizantemente angustiada e a ânsia do ser feliz me consome a cada momento.
Não sei o que virá deste momento. Perdi talvez um pequena oportunidade do recomeço do coração, mas aí sei que até quando pequenos deslizes ocorrem, é obra de um Deus que em sua infinita misericórdia me recoloca no caminho. Caminho este que digo sempre, não é tão florido, mas me parece significante.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Preciso mudar de apartamento - o apelo do mês das mães!

Falei num post anterior aí um monte de coisas desconexas.
Falei também que ando cansada de textos sobre moda e confesso que neste momento, nem ando lendo muito sobre moda. Não essa moda imposta. Continuo visitando e as vezes entrando sem querer em blogs sem pretensão.
E é isso que ando querendo para a minha vida: ousar mais sair da zona de conforto, sem a pretensão de aparecer, ser radical ou chamar a atenção.
Ow, isso não é nada, nada fácil, principalmente quando se é viciada em redes sociais (estou diminuindo, juro)
A primeira decisão todos já conhecem: separei. Essa saída da zona do "felizes para sempre" obviamente foi a mais chocante, até para mim.
Depois veio a tatoo no ombro, o piercing no nariz, a pós, e agora, espero que me escutem, quero mudar de apartamento urgente. Quem souber de algo, pequenino, que caibam as meninas, na Asa Norte e please, se possível de fato: direto com o dono. Se não, começo a saga do seja meu fiador pelo amor de Deus! Eu pago direitinho, juro!
O lance é que 50 metros quadrados está enorme para mim. Sinto que estou começando a acumular roupa, sapato, trecos e coisas sem nexo. E estou começando a acumular solidão. E disso eu não sobrevivo.
Gosto do compacto, do básico e dos meus luxos e quero e preciso economizar as vísceras para o meu projeto Europa 2016.
Então, depois de um feriadinho bacaninha, relaxante e já frio, espero que você que leu este texto, se sensibilize e seja meu amigo para sempre, me ajudando nesta pequena e leve mudança de vida. 
Super beijos com mimos e ventinho gelado!