sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

31 anos - dia 02

Para o segundo dia pensei e pensei muito e gostaria de dividir com vocês um pouco do que sinto pela minha infância. Aquela coisa toda vivida com uma vontade enorme de ser grande. Mas hoje, adulta, não grande, obviamente, sinto que eu poderia ter aproveitado mais. Essa sensação meio que me incomoda um pouco e eu as vezes, meio que inconscientemente quero reviver isso tudo de forma mais profunda, o que torna tudo isso algo estranho, tendo em vista que em breve eu farei 31 anos.
Mas eu acho que dentro dessa angústia de não ter vivido muito bem a minha infância, muito mais por culpa minha mesmo, me sinto privilegiada principalmente por ter vivido boa parte dela em Buenos Aires. Também nessa fase, Deus me deu 4 sobrinhos e apesar da primeira ter falecido antes de um ano, sinto que essa parte da minha infância é muito legal. Porque meus sobrinhos sempre foram especiais para mim. Com eles eu aprendi um pouco a ser criança, sendo criança. 
Eu nunca fui muito fã de criança maiorzinha sabe?Gosto de bebê fofo e cheiroso, mas sempre fui muito fã dos meus sobrinhos independente da idade deles e quando eles eram bebês eu sempre tentava dar uma amassada neles, pegar no colo, ajudar a cuidar, só que eu sempre fui muito estabanada, volta e meia acontecia algo, tadinhos. Quando Sobrinha Ratattoulie nasceu meu coração estava completo.  Eu sempre fui muito apegada à ela, quando nem sabíamos que era ela, pois minha irmã optou por não querer saber o sexo do bebê. 
E daí que até ir para a Rússia, minha infância foi melhorada com a chegada das crianças e toda a alegria que eles nos deram. Minhas melhores lembranças são dos domingos familiares com carrinhos, andadores, chupetas, fraldas de pano para lavar, criança chorando, comendo e eu lá na fila para comer as papinhas e mingaus que sobravam. 
Foram de fato dias muito bacanas, de sorrisos, de aprendizado. E me atrevo a dizer que apesar de não poder ter filhos e de não querer ao mesmo tempo, meu lado maternal surgiu ali, quando em 1991 minha casa se tornou uma casa cheia de encantadoras criaturinhas sorridentes e fofinhas. 


10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...