quinta-feira, 30 de abril de 2015

Mantendo todo mundo informado

Bom dia!!
Faz tempo né?
Pois é. A vida anda daquele jeito massa, que eu gosto e sinto muita falta quando não acontece. Gosto da agitação! 
Confesso que andei meio estressada. Como afirmo sempre, ser adulta dá uma canseira boa na gente, Deus me livre!
Mas é que hoje é um dia muito especial. Aniversário do meu sobrinho mais velho, o Sobrinho Bombeiro. Ele pode não gostar desse sentimento, mas não tem jeito, ele é o nosso pequeno que há 24 anos encanta nossas vidas com um ar misterioso, másculo, educado e gentil. Sou muito fã dele e acho que nunca tive muita chance de dizer isso. Sou muito feliz por ele existir e muito grata por ele ser o pai da nossa Princesa Sophia. E só posso desejar uma vida longa, honesta, feliz, saudável e com coisas lindas, cheirosas e gostosas.
Voltando ao assunto sobre a vida que ando levando, estou com muitas dores na coluna e comecei de fato meu tratamento para bruxismo. Nesses últimos dias com o meu nível de stress altíssimo, até meu braço direito resolveu doer. 
Dia desses dei um chilique no trabalho e confesso que me senti mal. Mas o que eu tento administrar internamente é que eu não sou uma máquina, mas é que o mundo exige demais da gente né? Eu exijo demais de mim. Exijo perfeição, compostura, sorriso sempre, confiança sempre, resultados sempre positivos.Mas infelizmente isso nem sempre é possível. E cuidar para que a cabeça não quebre junto com as coisas que se quebram pelo caminho é sem dúvida o meu maior desafio.
Enfim. 
Estou bem. Só queria acalmar os fãs (risos) e dizer que está tudo sob controle, pelo menos no dia de hoje, estou confiante. Deve ser o feriado.  Estou feliz também porque a Tchubirubas voltou depois da licença maternidade e se Deus quiser, amanhã irei amassar muito o baby dela e descansar neste dia do trabalho, que como é minha opinião sempre, é mais uma data quase comercial que eu considero desnecessária, mas que é boa para dar motivo para fazer nada.
Um super beijo e até mais! Voltando à rotina de escrever com mais calma.


segunda-feira, 20 de abril de 2015

"Os demônios são tantos que se pudessem assumir a forma de um pequeno grão de areia obscureceriam o sol. Esteja atento e chame seu Anjo da Guarda o tempo todo." (Santo Padre Pio de Pietrelcina)




quarta-feira, 15 de abril de 2015

"Quando se nota que se tem medo, é necessário aumentar a confiança em Deus." (Santo Padre Pio de Pietrelcina)

Não tem jeito!!! Esse Padre é danado! Parece que ele acorda, medita e quando escreve pensa: vou mandar essa para a Karla! ela vai pensar e pensar...Uma hora ela acorda!
Desde a semana passada, com a gripe e tudo mais, eu venho dando uma parada para pensar mesmo, repensar e tomar algumas decisões importantes. 
Se estou com medo? Muito e é aí que a frase se encaixa perfeitamente. 
Para tomar essas decisões, primeiro silenciei, Deus colocou algumas pessoas no caminho para com palavras representarem o que Ele queria em minha vida e aí através desse susto, decidi algumas coisas. 
Entre estas decisões duas foram muito intensas e importantes. Uma, é que eu Karla Karina não mais coordeno casamentos. Irei cumprir meu cronograma de 2015, mas não é mais prioridade para mim coordenar nenhum. Irei de fato indicar as minhas duas amigas, Eficace Cerimonial e Simone Bona, ambas principalmente por serem muito especiais e me ajudarem a me sentir confiante em somente ajudar. Dizem que eu tenho capacidade para ter uma empresa de eventos, mas não, quero continuar ali, ajudando, de leve, a realizar sonhos. 
Segundo que parei de dar aulas. Por tempo indeterminado. Pode ser que eu volte, pode ser que não. Não irei pensar nisso não sabe? 
Quero antes de tudo estudar. Terminar minha pós, terminar o inglês, tentar meu certificado de espanhol, quero quem sabe até fazer outra faculdade, mas eu quero ter mais tempo de qualidade. Me desgastar menos. Eu vinha há quase 3 anos em um batidão louco, insano e confesso à vocês em muitos casos, deprimentes. 
Ouvi principalmente que eu não sei trabalhar em grupo, que não sei me comunicar, pedir e isso me levou a tentar um novo caminho. Sempre fui preguiçosa para estudar, e só por isso resolvi me desafiar. Quero melhorar minha vida estudando, me tornando mais culta e trabalhando com mais calma esse meu lado mau educado e grosseiro. Sei que não sou das piores, mas quando o calo machuca duas vezes, é hora de parar e recomeçar.
E esse medo representa de fato essa aproximação mais íntima com Deus e eu só posso agradecer imensamente o que Ele tem feito em minha vida. Ele tem me ensinado principalmente que eu não sou das piores, mas não custa nada uma melhoria. 
Agradeço também aos muitos participantes deste processo todo. Quero que saibam que irei me controlar mais nas palavras e pensamentos e observarei mais minhas atitudes para não magoar. E espero que todos se orgulhem de mim.

Um beijo!

terça-feira, 14 de abril de 2015

Detalhes: verde (casamento)

A cor verde continua sendo uma cor muito escolhida pelos noivos como base para uma decoração. Se o local tiver uma natureza predominante, fica perfeito fazer essa composição com outras cores. No caso de não, também é possível usar uma certa dose de leveza e transformar o casamento em algo "verdemente" gostoso de se ver. 

Adoro essa florzinha, que ok nunca lembro o nome, mas que sempre deixa esse questão da presença do verde mais leve. Gosto muito quando o bolo fica em destaque, vale ressaltar.



Amo essa ideia de colocar mimos na mesa dos convidados. Gosto de pensar no convidado super feliz, abrindo a caixinha todo satisfeito. E não precisa ser um colar de ouro na caixinha não. Essa da foto não deve sair muito caro e ficou muito fofa na composição da mesa. 


Gosto muito de decoração assim: leve, sem muito frufru e gastos. Sutileza sempre!

simple green ribbons decorating the ceremony chairs  Photography: Caught The Light - caughtthelight.com  Read More: http://www.stylemepretty.com/2014/07/29/chic-summer-wedding-in-london/


Todo mundo sabe que não gosto de imaginar que os noivos gastarão zilhões de reais em flores e elas vão todas para o lixo. Por isso gostei tanto desta decoração super romântica e sem exagero. Fora que esses vidrinhos com as velas ficaram um charme. 

Natural table decorations- lay a board down the middle of the table and decorate with tea lights and minimal flowers

As variações de verde no mundo, permitem isso, e o uso de uma toalha verde, sem exagero, compondo um ambiente super aconchegante deixa o ambiente muito leve. 

Mint green parties are everywhere. Love this {over the top!} christening from Little Sooti by way of Oh So Beautiful Paper.



Looks das famosas que eu gostei de ver



Abaixo seguem algumas fotos de famosas que andei observando nos últimos dias e que são referências para mim e para você querida leitora que vive o dia a dia sem marcas e ostentações. As roupas postadas aqui até podem ser de grife, mas nós as encontramos em lojas comuns, não se preocupem. 

A noiva do Pedro Bial, Maria Prata. Adorei esse look sem muito, mas elegante, leve e jovial.

Maria Prata (Foto: Iwi Onodera/EGO)


Isabella Fiorentino elegante e linda nesse look preto e branco. 

Isabella Fiorentino no SPFW 2015 (Foto: Celso Tavares / Ego)



Não sei se gosto ou desgosto, mas é que adoro a Carol e o poder que ela ostenta no olhar!! Adorei o sapato. 


Carol Celico (Foto: Marcelo Brammer e Raphael Castello / AgNews)

A nova namorada do Ronaldo, Celina Locks, linda neste vestido preto com capa. Super na moda!

Celina Locks (Foto: Manuela Scarpa, Marcos Ribas e Amauri Nehn/Photo Rio News)



Faltou algo no look da linda Mariana Ximenes, mas eu gostei.

mariana ximenes (Foto: agnews)


Tatá Werneck na versão gente como a gente que eu adoro!! Leve, soltinho e descontraído, bem o dia a dia, ops, para os mortais este look no máximo no domingo né?

Editora Globo (Foto: Fábio Moreno/ AGNews)


Outro look gente como a gente. Ana Hicmann e seu pequeno Alexandre em um look passeio no parque que nós mortais podemos usar sem medo. 

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

Para viajar eu não usaria a sandália, mas amei esse look da Marina Ruy Barbosa. 

Marina Ruy Barbosa (Foto: William Oda/AgNews)

Juliana Paes totalmente leve, discreta e elegante neste macacão. 

Juliana Paes (Foto:  Alexandre Virgílio/Photo Rio News)


Sabrininha foi super criticada por este look, logo o que eu mais gostei nela nos últimos tempos. 

Sabrina Sato (Foto: AMAURI NEHN/PHOTO RIO NEWS)


Grazi até descabelada é uma linda né? E esse look despojado dela buscando a filha no balé? Amei!

Grazi Massafera (Foto: Dilson Silva/AgNews)

Scarlett Johansson linda neste macacão goiaba e esse cabelo que eu amo, embora poucos tenham gostado. 

Scarlett Johansson (Foto: AFP)

Acho que é isso. Não me prendi à nenhum evento, apenas olhei e postei o que gostei e acho possível de ser usado por nós.

Beijos e ótima semana!





segunda-feira, 13 de abril de 2015

"É necessário calar e silenciar tudo a seu redor para poder ouvir a voz de Deus." (Santo Padre Pio de Pietrelcina)

E esta frase do dia é batata né? Quem nunca só falou falou e não escutou a voz de Deus? Eu faço isso sempre, mas também quando paro para escutar, eu aprendo muito.
A verdade é que eu sei que na maioria das vezes Ele usa pessoas ou momentos para uma comunicação mais aprofundada com a gente, porque no meio dessa correria é muito provável que muitos de nós não tenhamos essa calma e paciência de sentar e esperar que Ele fale com a gente, até porque é fato que não existe uma voz de Deus real. Por isso acho que essa voz vem nas pequenas coisas que nos acontecem e nas conselhos e broncas que levamos das pessoas. 
Semana passada eu ouvi a voz Dele várias vezes. Aliás, estou acabando de ouvir aqui. Em um determinado momento eu ouvi que preciso diminuir o uso das redes sociais ao longo da jornada de trabalho. Tentei justificar que eu uso no celular,  o que de fato não ajudou muito. E passei a segurar a onda, porque mesmo eu não tendo percebido, eu creio que se alguém percebeu é porque o trem não está bom. E tem dado certo. É difícil, porque o coisa fácil de viver é na internet. Entendo super quem é viciado, mas com um pouco de força de vontade eu estou conseguindo. Estou me policiando mais e administrando essa questão toda, até porque tenho o Bolshaia e ele existe para ser compartilhado né?
Outro ponto que me deixa bem exausta é o meu jeito de lidar com trabalho em equipe e no fim de semana eu trabalhei dois dias e bem, levei um puxão de orelha pelo meu desespero. Eu sou afobada e devo criar muitos desconfortos, achando principalmente que estou ajudando. E a verdade é que não. Nem todo mundo precisa do meu achismo, das minhas opiniões ou das minhas verdades. E silenciar é uma opção ímpar e sei que Deus através de pessoas evoluídas, me alerta para que eu não termine meus dias sozinha. 
Quando eu levo umas rasteiras, puxões de orelhas, broncas e afins eu paro para refletir sobre toda a minha jornada e penso que eu devo ter sorte ou ser muito amada, porque pela pessoa que eu sou era para ninguém gostar de mim. Mas agradeço muito também quando no meio de uma crítica, escuto um elogio, acho que é Deus me mostrando que não desistiu de mim.
E assim começo mais uma semana, angustiada, para variar, pelas percepções do número de itens que eu preciso mudar. Mais cedo me senti bem para baixo por conta de uma críticas, mas ao mesmo tempo sei que nada é em vão e Deus nos mostra em seu tempo que a vida é isso mesmo e que não adianta resmungar.
Agradeço de coração à quem ainda não desistiu de mim, quem acredita um pouco em mim e até quem não gosta de mim. Desta forma eu controlo o ego, foco no silêncio e na voz de Deus.




quinta-feira, 9 de abril de 2015

"Domine seu orgulho, sua irritabilidade e sua inveja." (Santo Padre Pio de Pietrelcina)

Recebi essa mensagem hoje e olha, incrível como este Padre tem as manhas de adivinhar o que estou sentindo. Já até chorei. Culpei a gripe, coitada, talvez tenha nada a ver, mas a verdade é que desde o começo da gripe, algo vem mudando calmamente em mim.
Mas de ontem para hoje umas coisas aconteceram que eu acabei me sentindo pessoalmente ofendida. Sim, e por isso as tais lágrimas. E lembrei de um comentário que fiz na terça para uma amiga: "a sensação que eu tenho é que estou sempre andando em círculo" e essa sensação me deixa extremamente angustiada.
E vou falar uma coisa: na teoria tudo é lindo, até mesmo mandar uma pessoa para o quinto dos infernos. Na prática, como fazer isso sem o medo de acabar isolada do mundo?, porque é isso que acontece com pessoas orgulhosas e invejosas e claro, chatas. 
Quanto a controlar a irritabilidade, me parece um pouco mais tranquilo né? Também só parece.
O que me entristece muito é que as pessoas, e calma, não estou julgando de um modo geral, me acham muito retardada mental. Outras, por eu ser bacana (modestamente falando, eu acho), me tratam com uma certa dose de liberdade que eu não sei se dei. Uma outra parte tem opiniões muito interessantes ao meu respeito e me julguem, eu escuto muito essas opiniões, e só percebo depois de um tempo que muitas delas são veladas de uma crítica muito poderosa, que é capaz de me derrubar por dias.
E é assim que me sinto hoje: burra, incompetente, exagerada, inconveniente, e diria sem dó, mau educada. Fora o sentimento interno de inutilidade e de estar indo do nada para lugar nenhum.
Pois é. Aí vem o meu querido Padre Pio e me diz isso. E essa questão toda precisa ser reavaliada imediatamente, porque temos tão pouco tempo para mudar, para recomeçar, para jogar moedas na fonte e rezar pela sorte. Estamos tendo que rezar inclusive para não virar piada, não só nas rodinhas dos amigos, mas no Facebook e afins. Controlar todos esses sentimentos, porque o ser humano tem muito mais do que orgulho, irritabilidade e inveja, é uma luta que ouso afirmar, só acaba com a morte mesmo. 
Aproveito para ressaltar que inveja mesmo é algo que eu não preciso controlar muito não. Já disse e repito que não tenho inveja do ser humano. Tenho inveja do vento, do mar, dos pássaros, das cores. Mas do ser humano de uma forma geral, não. Pode ser rico, alto, magro, usar roupa de grife, viajar para Paris, e ser Concursado Público. Não, eu não invejo isso porque isso e muito mais me será dado se eu quiser ter, merecer e lutar por isso. Não será sentindo inveja que tudo isso se materializará em minha vida.
O orgulho talvez exista em mim porque em um primeiro momento, principalmente ao escutar uma crítica, a reação é negar, elevar a voz, os pensamentos, estufar o peito e contra argumentar. Eu acho até que não faço isso constantemente não. Costumo baixar a cabeça, afinal se eu fosse tão bam bam bam não estaria aqui escrevendo este texto.
E por último ando meio irritada mesmo. Mas aí prefiro não falar nada sobre isso porque com certeza uma das críticas ditas será que me falta macho, sexo, e por aí vai. 
Conclusão: preciso crescer imediatamente. Principalmente expandir o pouco de inteligência que tenho para conseguir me superar. E até escutar algumas coisas que me dizem que seria legal fazer. E é sobre isso que irei conversar com Deus e pedir uma luz, para não continuar me sentindo como hoje me sinto.


terça-feira, 7 de abril de 2015

Esperando o que me é de direito.

Se dê ao respeito, menina. Entende de uma vez por todas que o corpo é instrumento da alma. Entende que se a alma livre fala e o corpo preso se cala, a alma reprimida chora e morre um pouco. Sacia sua alma, menina. Faz as vontades dela. Aguça seus instintos e entende que ela precisa de você. Não mata sua alma de fome. Cuida dela, menina.
Para e pensa: o maquinário que reveste a alma foi minuciosamente projetado por alguém que entende muito mais de felicidade do que toda essa gente sem graça que repete regras anestéticas sobre o comportamento do corpo. Ri dessa gente ignorante, menina. Entende que quem legisla sobre o corpo não entende nada da alma. Tem piedade e diz a eles: vão cuidar das suas almas!
Entende de uma vez por todas que almas não têm sexo. Percebe que se sua alma necessita de entrega, o corpo também precisa se entregar. Não deixa as amarras do “você precisa ser difícil” cercearem a liberdade da sua alma. Sacia a sede dela. Entende que se eles julgam a alma pelo comportamento do corpo, são só um bando de desalmados. Sua alma não precisa de gente assim.
Entende que a liberdade é o bem mais precioso que sua alma possui. Não tira isso dela. Não deixa as armas do “ele não vai te dar valor” ferirem a sua alma. Nota que o valor já pertence à alma. Ninguém tira isso dela. Ela não precisa que ninguém lhe dê.
Respeita a sabedoria da alma, menina. Compreende que não existem regras mais eficazes do que aquelas ditadas pela sinestesia da alma. Só ela entende quem merece sua entrega, só ela percebe quais almas merecem conhecer a sua, só ela é capaz de guiar o seu corpo.
Se dê ao respeito, menina. Respeita as vontades da alma. Entende seu valor e não deixa essa ladainha machista paralisar o seu corpo. O corpo alimenta as vontades da alma. Se ele para, não tenha dúvidas: a alma morre.




O texto acima foi enviado hoje por uma amiga muito especial. É do site /www.entendaoshomens.com.br e caiu como uma luva em um dos momentos mais delicados pelo qual estou passando desde que me separei.
A verdade é que desde então venho vivendo uns relacionamentos muito esquisitos. A maioria deles puro e simplesmente carnais e sem muito a acrescentar à minha já estranha vida amorosa. 
Eu não ando com muita vontade de namorar, mas ultimamente também não ando querendo viver nada muito fugaz. E isso é muito complicado nos dias atuais. Tudo é muito fácil, rápido e sem nexo e eu que já sou muito complicada, complico ainda mais. 
Há uns dois meses comecei a me apaixonar por uma pessoa e que eu acabei pedindo em namoro, por me achar moderna e até especial. Passado o susto, óbvio que levei um fora e optei por aceitar o que me fosse possível ser dado, mesmo que não fosse o tal namoro que eu almejei.
Só que eu resolvi repensar algumas atitudes e cheguei à conclusão de que não quero mais sexo por sexo, como se eu fosse depósito de sentimentos momentâneos. Não sou, nem nunca fui uma pessoa santa, romântica, sonhadora, mas chega uma hora que é preciso optar. 
Optei por esperar. Esperar algo não só especial, mas recíproco. Não acredito nessa de amar por dois, nunca acreditei aliás. Não posso gostar de quem não gosta de mim e não posso ter ao meu lado uma pessoa que gosta de mim, mas não gostar dela. E sei que é provável que eu fique só por um bocado de tempo. Mas acho que preciso esperar algo mais bacana para mim e principalmente, preciso acreditar que tudo isso que sou, irá pertencer digamos, à alguém que me queira como sou, e que de uma forma leve, queira construir um relacionamento interessante comigo. 
Não é fácil. As pessoas não entendem, eu confesso até que não entendo muito essa decisão, mas creio que ela veio de um outro plano. Optar por ter algo diferente, animador, construtivo e especial não é uma tarefa simplificada, mas pela minha sanidade e pelo respeito ao próximo, preciso esperar. 
Não faço aqui alusão à nenhuma religião ou especifico que pronto, agora só viverei algo que me leve ao altar. Muito pelo contrário, não gosto de denominar nada, mas quero, preciso e sei que mereço um relacionamento além do físico, do material e do sexual até. E isso não necessariamente deve ser por obrigação um casamento.
Me julguem, me critiquem, me condenem. Mas não posso amar, nem ser amada pelas beiradas, pelas metades, pela pena, pelo medo. 
Quero e sei que encontrarei exatamente o que ainda não sei o quê é, mas que me é de direito. 

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Detalhes: amarelo

Adoro a cor amarela! Sério! Cada dia mais! Não gosto, claro, quando tudo é amarelo em uma casa, fica pesado, pois não é uma cor fácil de combinar. Mas com um pouco de bom senso dá para aproveitar bastante a alegria da cor.

Esse quartinho por exemplo, amei essa composição leve, ainda mais para bebês, que precisam de estimulo. 




Gostei deste quarto, mesmo sabendo que ele é masculino. Mas achei que combina super comigo, até porque sou meio diferenciada e não gosto de cama de casal.



Morri nesta geladeira!! Sério, preciso de uma urgente!



Podemos perceber que esta é uma sala bem de pessoas comuns, e esse detalhe da manta deixou super suave e pode ser uma opção para quem não quer transformar a sala em um vitrine de exposição de obras de arte.



As paredes em amarelo no banheiro super me conquistaram.



Espero que tenham gostado! E amanhã é feriado, divirtam-se e para os Cristãos: boa sexta-feira da paixão!



quarta-feira, 1 de abril de 2015

Me casaria assim...




No primeiro casamento usei um vestido azul...
E no segundo, qual usarei?



Patricia Manfeld (blogger) Her dress is by Halston. Milan Fashion Week, Spring 2014.





Paris street style spring/summer '15 gallery - Vogue Australia





Closet Full Of Yellow







perfect red dress







Spring / Summer - Casual #style - street chic style - #dressy style - Katie Ermilio Pale Pink Draped Swing #MidiDress



Such a lovely spring dress, and you can't go wrong with a dress that has pockets!




Dreaming of tulle? There’s no need to wait until the ceremony. | Community Post: 30 Swoon-Worthy Engagement Party Ideas