sexta-feira, 25 de maio de 2007

Consegui. Sim consegui o emprego. O contrato inicial é de seis meses. Dependerá muito do meu desempenho e dedicação. E espero não desanimar diante de qualquer eventual dificuldade, espero me esforçar ao máximo, dar o melhor de mim e da minha capacidade de aprender. A sensação é única. Quando a gente consegue algo pelo qual se batalhou é muito bom. Chorei quando a moça disse que eu havia sido a escolhida, não esperava na verdade. É um momento de muita responsabilidade profissional, até porque falarei o tempo todo em espanhol, o que torna ainda mais desafiador o objetivo. Estou muito agradecida a Elaine e o Milton. Ela me indicou e me apoiou junto com ele e sou grata mesmo de coração. Nunca esquecerei este gesto de bondade e de confiança. Estou super nervosa, resolvendo as pendências relacionadas ao cancelamento do contrato de estágio e já tentando alguém para ocupar meu lugar. Já consegui avisar às pessoas especiais na minha vida: minha mãe, irmã e meu namorado. Eles três são as pessoas que sempre de um jeito ou de outro me incentivam, me colocam para cima. Tem a minha chefe-mãe Taís: nunca me esquecerei dos momentos que vivi aqui. Cada dia em que me apoiou, que me escutou, que me mostrava uma maneira diferente de ver a vida, de encarar os fatos. Ela uma vez me disse: " Karla, o sol é para todos e a sombra é para poucos". Essa frase me dá uma força todas as vezes que me acho incapaz. Ela sempre acreditou em mim e acredita ainda, porque sei que nada vai nos separar. Assim como espero manter uma amizade sincera com cada um dos meninos do estágio. A Fabulosa com seus conselhos precisos, o Lessa com seus bombons, o Carlitos que sempre do contra animava minhas tardes, a Eliana que fez uma mega doação de roupas que deram um upgrade no meu guarda-roupa, Bel, sempre com sua vitalidade , tentando me mostrar a minha importância e finalmente o Leonel com sua perólas e criticas aos cantores que ele julga podre e que quase sempre eu concordava. Sempre foram as melhores 4 horas do meu dia. Não me lembro de não querer vir para o estágio, sempre quis e vim com maior gosto e alegria. Foi um prazer trabalhar com pessoasa desse nipe, inteligência e exemplo. Aprendi muito e nunca me esquecerei, de verdade doí, mas a vida de estagiário é assim mesmo. Aliás a vida é assim. O importante é manter as portas abertas e uma amizade e carinho sinceras. O estágio da manhã sentirei falta, mas não consegui jamais me acostumar com o lugar. Foram momentos muito dificéis e eu acabei sofrendo um pouco lá. Mas de toda maneira valeu.
A sensação é extranha. E estou muito feliz, agradecida, medrosa, mas com uma vontade enorme de alcançar o cume, de ser feliz!!
Um beijo

Frio........Adoro

Nossa esse frio está acabando comigo. Braços e pernas doem, meu ouvido doi, minha garganta reclama e ainda fico com uma puta falta de ar. A minha sorte é que não tive aula ontem, cheguei em casa, tomei um banho e dormi....Acordei durante a madrugada com falta de ar e pronto a noite de sono foi perdida. Mas consegui descansar e hoje estou animada.
Ontem passei uma raiva danada...Fui para casa muito triste, principalmente com a minha atitude. Odeio essa minha mania de ser fraca, de chorar. Odeio mesmo. Gostaria de ser forte, de encarar os fatos com naturalidade. Mas o máximo que eu consigo é me desabar em lágrimas, totalmente em vão, porque as pessoas já ligaram o foda-se para mim. Mas espero que eu tenha tempo para recuperar e aprender a ser mais forte com as coisas chatas da vida.
Acordei até bem hoje. Li o blog de alguns amigos, opinei. E espero que seja uma ótima sexta, que me liguem da entrevista, que eu tenha alguma esperança. O fim de semana aparentemente será legal, desejo o mesmo para todos que convivem comigo.
Nem assiti televisão ontem. Hoje pela manhã acompanhei os caso dos corruptos da "Operação Navalha". 30 dos 47 já estão soltos.....Sim. Soltos!!!!. E os corruptos das outras operações também já estão por aí. Nós, cidadãos já não sabemos como ficou o caso do Dirceu, das malas de dinheiro. A gente sempre arranja outro problema passageiro para esquecer o problema passado. Escondemos nossos podres embaixo do tapete. Enquanto isso o nosso dinheiro está nas mãos de pessoas corruptas, que enriquecem, viajam de avião todos os dias, tomam champagne e comem caviar, e nós com nosso humildes 380,00 temos que dar conta de comer o que for, pagar todos os impostos e esperar. Porque nada vai mudar....Nada mesmo.
Continuo achando os homens babacas. E cada dia que passa aumenta mais esse sentimento de raiva. Acho que é uma questão muito pessoal minha. Tenho amigos que são legais, que não sacaneiam as mulheres. Mas a grande maioria age de forma idiota, acha que toda mulher tem que se humilhar. Eu da minha parte me sinto uma completa idiota perto dos homens. Ou porque eles acham que me faço de vítima, ou porque eles me acham pobre. A única coisa que interessa é que tenho o sorriso bonito. Mas não valorizam minha história, minha luta, meus desafios. Parece sempre que estou perdendo tempo. Fico triste, porque uma das coisas que mais admiro em mim mesma é o fato de sempre colocar o outro para cima sabe?. Gosto de falar as qualidades, principalmente quando a pessoa está na merda. Mas parece que não gostam, querem uma mulher para quê?. Não entendo, só entendo que cada dia que passa quero menos me casar. Quero menos esperar algo do outro. Uma vez me disseram que era o ambiente que eu andava, mas percebo que é do ser humano moderno pensar em si, pensar no seu umbigo, o outro ou a outra que se ferre, se eu estou bem, pra quê amar, me apaixonar, é perca de tempo mesmo.
Mas estou bem. Eu sempre soube que o meu maior desafio de vida, seria lidar com o meu semelhante. Mas tenho mais dificuldade de lidar comigo. Porque eu tenho um ideal de vida que não cabe lágrima, dor, sofrimento. Mass empre caio, sempre algo dá errado e por mais que eu seja madura eu sofro mais do que os outros.
Ah quer saber......Tô nem aí para a opinião alheia. Eu trabalho, estudo, corro atrás do que é meu. Sei exatamente a quem devo alguma coisa e quanto. Um dia quando tiver muito dinheiro vou pagar cada centavo que fiz alguém gastar comigo, principalmente quando ligo à cobrar para alguém. Andei prejudicando uma pessoa por causa disso, mas se Deus quiser um dia terei dinheiro suficiente para ligar sem ser à cobrar e nunca mais escutarei que incomodo. Essa fase um dia vai passar.
Um beijo à todos. Que tudo dê certo, neste frio maravilhoso que está fazendo em Brasília. Simplesmente feliz com isso. Tem que beber muita àgua, porque a secura está brava.
Tchau lindinhos.....

Semana 01 de 2018 - Insegurança

E chegamos finalmente em 2018. Meu réveillon foi muito bom. Tive uma crise interna quando cheguei na festa, meio que me achei feia (sim, é ...