quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Retrospectiva 2015

2015 dando seu merecido adeus... Sério! Ano após ano venho achando as coisas cada dia mais difíceis. Para mim 2015 foi legal, mas já deveríamos estar em 2016 há muito tempo. Não que eu esteja super animada com o novo ano, mas sei lá, sempre rola uma esperança né?
O que eu quero para o próximo ano: saúde e meu emprego quietinho aqui. Simples. O resto, não penso muito não, porque é Deus quem define tudo mesmo. 
Se eu pudesse escolher algo, definitivamente eu escolheria conseguir escutar mais e falar menos merda. Só isso também. 
ok. Mas o post de hoje é retrospectiva, então vamos montar uma mês a mês, de um ano que teve tudo para ser muito ruim, e foi! Não em todos os sentidos, mas não diria que foi o meu preferido, embora altas coisas legais tenham rolado. E nessas coisas legais que vou focar aqui, o que aconteceu de ruim, aconteceu.

Janeiro:

- Posse da Presidente Dilma no primeiro dia do ano. Sério, foi muito bom. Eu estava meio dopada por uma quantidade legal de remédios para a dor no cóccix, mas nem liguei. Foi lindo para o meu lado pessoal e profissional e isso independe da minha visão política.

- Fiz um casamento árabe, que foi muito legal, simples, aconchegante e cheio de amor. Os pais da noiva foram para a cerimônia sem se falar e terminaram a noite na mesma mesa, conversando e rindo. 

- Nasceu meu Sanfoninha Heitor, meu pacotinho de amor mais perfeito que já veio dando uma animada no ano. Seu cheiro, suas mãozinhas. Lembro carinhosamente do momento em que o peguei no colo. Foi amor à primeira vista.

Fevereiro

- Mudei de apartamento. Mudei radicalmente da Asa Norte para Águas Claras, de 50 metros para 30. Mas foi muito bom porque eu já não aguentava mais olhar para cada canto e lembrar do ex-marido. Ninguém merece isso. Adoro onde estou hoje e estou super feliz que vai rolar renovação de contrato.

Março

- Meu aniversário no orfanato. Foi tudo de maravilhoso. Cada rostinho feliz junto comigo ali. Agradeço imensamente quem embarcou nesta comigo, mas se tem algo que eu aprendi depois desta festa, é que 1) eu não comemoro mais aniversário 2) e se for para comemorar em um orfanato, que é o meu objetivo, irei sozinha. 


Maio

- Começamos os trabalhos do Comitê de Secretariado do Distrito Federal. Pessoas engajadas e apaixonadas pela profissão se uniram para tentar melhorar e ajudar no desenvolvimento de nossas atividades. Não contribui muito ao longo do ano, infelizmente, mas sou cada dia mais apaixonada pelo Comitê.

- Casei um tatuador com sua musa e foi lindo. Casamento muito animado, puro rock and roll e noivos amor real.

Junho

- Casei a amiga Renata com seu amor Luiz. E fui promovida de Madrinha a Cerimonialista. Foi tão lindo! Me emociono até hoje! Que domingo mais perfeito!!

Julho

- Minha saída da ANTAQ depois de 06 anos para vir trabalhar no Ministério da Justiça. Uma mudança radical, que ainda mexe bastante comigo. Não me arrependo de nada, mas não nego: tem sido muito tenso. 

Agosto

- Fiz um casamento entre uma brasileira e um inglês. 76 pessoas lindas, animadas, felizes por um amor que começou em um país e que continuou na Austrália e veio receber as bençãos no Brasil. Esse ano foi cheio de amores encantadores, o da Manu e do John me fez acreditar que eu ainda mereço um também.


Setembro

- Foi o mês mais insano da minha vida. 4 casamentos: 05, 06, 12 e 13. E eu quase piro!! Os 4 como Coordenadora. Foi puxado e eu prometi que não faço mais isso. Por mim e pela qualidade do meu trabalho. 

Outubro

- Casamento da Gabi e do Túlio na maravilhosa Praia dos Carneiros, Pernambuco. 05 dias muito gostosos, praia, mar, amor. Ai quando lembro até me arrepio. Um dos casamentos mais animados que eu já fui na vida. Dancei no palco, bebi sem pagar tanto mico e me senti muito acolhida em meio a tantos convidados de várias partes do Brasil e do mundo. 

Novembro

- Parei um mês inteirinho para dar uma descansada do meu trabalho de Casamentos e fui em um casamento onde eu saí muito feliz! Descansar é preciso, dizem que até jovem morre né? E neste mês, decidi que não vou mais me matar por trabalho não. Tudo bem que é uma decisão meio maluca, tendo em vista que em janeiro de 2016 eu trabalho 09, 16, 17, 23 e 30, tá bom para você?

- Fiz um ensaio também que mudou a minha vida. As fotos não serão publicadas em sua totalidade, porque é algo que eu fiz para mim e que me tornou hoje uma pessoa muito mais corajosa. 

Dezembro

- Foi um mês muito puxado, não sei porquê. Acho que pesou o ano inteiro em minhas costas. Foi um mês legal, bacana, mas mostrou que precisava terminar o ano logo. Principalmente que no espirito natalino, acabei ouvindo umas coisas interessantes ao meu respeito e desde já agradeço imensamente a quem teve coragem de me posicionar no devido meu lugar. E digo de coração que julgo isso como um item a ser relatado, porque com certeza, meu Natal, este ano foi decisivo. 

- E foi o mês onde mais dancei no ano inteiro. E digo isso antecipando o meu réveillon que tem previsão de término às 07 do primeiro dia de 2016.

Se você reparou, eu pulei abril. Sério, pesquisei e me deu um branco total. Passei 2 semanas planejando este texto e não consegui imaginar nada de especial neste mês. Se você acompanha o blog e minha vida e lembrar, por favor me avisa!! Não é possível que nada tenha acontecido, além de trabalho.

E que venha 2016 para mim, para você e para todos. Finalmente!! Que alívio meu pai do céu! Novo ano e só, porque isso de vida nova é só para enganar mesmo. Mas quem quiser se enganar e conseguir fazer uma vida nova no novo ano, compartilha com os pobres mortais ok?

Beijos gente!! Valeu por me aguentar. E até mesmo por me odiar!!



10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...