quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Voltando no mesmo assunto

E tem um tempo que eu venho refletindo sobre a minha função nas redes sociais e tenho me sentido até um pouco frustrada. Nunca tive o sonho de ser blogueira famosa, nem de inspirar, muito menos de aparecer. Mas ultimamente vinha me incomodando comigo mesma no facebook e depois de uma catracada da minha mãe e outra de uma grande amiga, resolvi, novamente, repensar o que devo fazer de fato de minha vida. 
E hoje eu tive a real prova de que eu estou me consumindo por uma necessidade quase doentia de parecer intelectual, cultural, chique e social.
Está rolando por aí, mais um movimento no facebook chamado: #meuamigosecreto, onde você usa a brincadeira para desabafar sobre o desrespeito contra a mulher. Foi criado por um grupo de feministas e rapidamente virou febre. E lá fui eu. Primeiro me certifiquei de que existia mesmo e resolvi dar minha contribuição. Só que a esperta aqui, achou que podia comentar algo meio que geral. E por sorte minha sobrinha me alertou e me explicou que a tal # é uma denúncia a partir de um fato vivido pela pessoa. E o que eu falei ali, deixaria as pessoas pensando coisas negativas. E que isso poderia chegar aos ouvidos de minha mãe, por exemplo, e até explicar que fucinho de porco não é tomada, muito provavelmente eu já teria perdido boa parte da herança.
Enfim. O que eu comentei, ao meu ponto de vista, nem é tão grave. E juro de coração que postei em nome das mulheres bissexuais, que ouvem dos caras que por elas serem assim devem topar ménage, porque né? Para esses caras o que vale é a fuleragem!
Só que bem, muito provavelmente, metade da população de Brasília leu e sendo inteligente associou. E o que eu fiz? Apaguei, lógico! Sério, sem medo. Eu poderia deixar meio mundo pensando, mas decidi não só apagar, como me explicar. 
Eu sei que quem muito explica, se complica, mas como eu venho ensaiando um afastamento das redes sociais, acho que hoje cheguei no meu ponto limite e que definiu radicalmente os rumos da minha vida ali no mundo fantasia do face.
E como Deus faz tudo certo, meio que dou tchau as redes sociais com uma foto de Madalena, que descobri hoje, foi embora com o pai para o Rio e não pude me despedir dela. E eu sei que esses dois episódios foram fundamentais para finalmente optar por um leve silêncio. 
Sendo assim, e espero conseguir, pretendo levar muito à sério o meu #porummundomaisrealemenosfacebooquiano, onde eu me entregue ao ócio, mas um ócio onde eu apenas curta e nada opine. 
E eu espero que Deus me ajude a voltar a ler mais, escrever mais, e pensar mais. E principalmente, pensar mais em mim de uma forma mais profunda, sem querer mostrar para ninguém o que sou ou deixo de ser.
Todos comigo em orações. 

Beijos e beijos!


10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...