segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Andressa e Marlon

Começo a semana muito gripada. Febre e cansaço acumulado. Corpo pedindo socorro pelo acumulo de funções e de pensamentos. 
Mas estou feliz. Feliz pelo 04 de outubro de 2014. Feliz por ter conseguido realizar o casamento dos meus primeiros noivos: Andressa e Marlon. Explico. 
Foi essa moça linda, carioca arretada, alta, de um dos sorrisos mais lindos que já conheci na vida, que surgiu com a ideia de eu ser cerimonialista. Desde o nosso primeiro encontro em um almoço qualquer na casa da a vó do meu ex, que nós traçamos um destino lindo. E de lá para cá, vários planos. O casamento mudava de cara diariamente, até que conseguimos organizar as ideias e moldar a celebração ao que ela podia pagar e ao que seria muito divertido para todos. Ela entendeu o meu propósito profissional de trabalhar apenas com casamentos que coubessem no bolso dos noivos e ela me passou uma segurança infinita, de normalidade, de realizar seu sonhos sem desespero e sem se quebrar por anos à fio. Crescemos juntas dentro deste universo paralelo que é organizar um casamento. No meio do caminho fiz o curso de cerimonialista e comecei a me preparar para este dia. Aliás, aproveito para agradecer à quem me ajuda a cada dia, me dando a oportunidade de aprender cada vez mais. 
E assim fomos caminhando. Não sei por quanto tempo, mas passamos boa parte deste ano de 2014 entre conversas, risos, sonhos, corte de gastos. O que era para ser algo complicado, descomplicamos para uma cerimônia em uma igrejinha fofa e uma recepção igualmente fofa em um restaurante onde os convidados pagariam a conta. E ela teve tudo o que queria: bolo com zumbis, doces, decoração, vestido, presentes, véu personalizado... a lista é infinita, mas cada detalhe foi pensado para que os convidados percebessem que àquele amor precisava ser concretizado diante de Deus. 
E o dia foi lindo, leve. Eu acordei nervosa, com dor no pescoço, mas extremamente confiante porque eu tinha ao meu lado a melhor decoradora, Irmã Ratattoulie, o melhor DJ, os melhores fotógrafos, uma equipe no restaurante nota mil e por aí vai.
A cerimônia foi bela, com ela homenageando o papai falecido, a filha do noivo entrando com as alianças, com um Padre super fofo, animado e que respeitou o pequeno atraso da noiva. Eu vi padrinhos comprometidos com o momento e convidados emocionados. Uma família unida que estava super feliz e empolgada pelos noivos. Ouvi vários elogios à organização, ao menu, ao atendimento, às músicas. Teve uma tia que me disse:"valeu a pena ter vindo do Sul". Olha que coisa mais linda!!
Me emocionei várias vezes. Quando a arrumei para entrar, pude perceber que ali eu me realizava, sem que o evento fosse meu. Me realizei acompanhando cada momento de tensão, nervosismo, mas também a alegria a cada fornecedor pago, a delicadeza do ensaio do casal e principalmente com a alegria deles dançando e bebendo e beijando cada convidado. Foi um dia para nunca ser esquecido.
Agradeço de coração à oportunidade. Me superei, cresci, amadureci e tive a certeza de que realizar sonhos é algo para o qual eu nasci. Não estou nessa pelo dinheiro. Estou nessa pelo amor que sinto, pelo amor que emana, pelo amor que continuará existindo em cada casamento realizado. 
Obrigada à cada fornecedor, desde o convite até o garçom que serviu aos noivos. Obrigada à minha equipe, que sempre me deixa segura e me coloca para cima; fotógrafos, cinegrafista,  dj, decoradora, a quem realizou os pequenos mimos como os sabonetinhos, a maquete, o bolo, os doces...Que Deus abençoe cada um de vocês e que juntos realizemos outros sonhos como este.
Andressa e Marlon, obrigada pela confiança depositada, pelo carinho do último ano, pela amizade que aconteceu tão naturalmente. Que Deus os abençoe. Vocês me tornaram uma pessoa melhor. 
Amo vocês!

Semana 01 de 2018 - Insegurança

E chegamos finalmente em 2018. Meu réveillon foi muito bom. Tive uma crise interna quando cheguei na festa, meio que me achei feia (sim, é ...