segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Bruto lindo, cismou que sabia dançar samba e rodopeava com uma moçoila pelo salão inteiro, estando ele no mesmo lugar. Sendo assim, meu pé só sobreviveu ao gingado dele porque era minha noite de sorte.
Acabei dançando com o bruto e concluí que homens magros, ocupam mais espaço do que o esperado, enquanto tentam dançar.
Dedos ainda doem. Mas estou viva. Isso é o que importa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Quando é preciso acreditar em si

Há um ano eu conheceria uma pessoa que mudaria para sempre a relação que eu tenho comigo mesma. E que me fez entender o que é atravessar um...