quarta-feira, 14 de abril de 2010

Casamento por amore!

Perguntei à mamãe linda, o que ela faria, caso algum dos filhos se apaixonasse e resolvesse se casar com uma cadeirante, ou um cadeirante, se ela faria o que a Ingrid está fazendo.
Sábia como ela é, e conhecendo-a, ela disse que não. Talvez, ficasse um pouco confusa, e acharia diferente, mas apoiaria, da mesma forma que apoiou os casamentos de meus irmaõs. Ela preferiria assim, do que casamento com um bandido, uma assassina, ou qualquer coisa do naipe.
Eu no momento, não me imagino nem casada, muito menos com quem podeira me casar. Mas se eu tivesse um filho nessa situação, deixaria que ele fizesse o que o coração mandasse e sei que minha mãe faria o mesmo e fará, caso apareça algum maluco, querendo me levar para o altar.
Mamãe é a favor do casamento, por amor, e pela construção de uma vida digna à dois e aprendi isso com ela. Se for para casar, que seja para ser feliz à dois, contruindo um lar fraterno e tranquilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Semana 01 de 2018 - Insegurança

E chegamos finalmente em 2018. Meu réveillon foi muito bom. Tive uma crise interna quando cheguei na festa, meio que me achei feia (sim, é ...