quarta-feira, 11 de junho de 2014

Mais um dia dos namorados agora com a Copa

Amanhã é o tal do dia dos namorados no Brasil e dia de abertura da Copa do Mundo de 2014. Resolvi escrever hoje porque poxa amanhã ninguém terá muito tempo de ler porque muitos trabalharão até o meio-dia.
A reflexão é que neste dia os homens, principalmente, estarão ligados no evento e muito bêbados ou putos ou felizes e muito provavelmente não irão querer celebrar o dia dos namorados. E aí o que a mulherada fará?
Eu particularmente acho essa coisa de dia dos namorados, assim como o dia das mães, o dia dos pais e por aí vai, uma data muito chata. Simplesmente porque não gosto de definir uma data específica para amar meu namorado (fictício no momento), ou minha mãe, ou meu pai, e por aí vai. Não estou amargurada por conta que hoje não tenho um namorado. Muito pelo contrário, estou até aliviada. Assim não tenho que me preocupar com presente, depilação e qual o motel que iremos enfrentar para ter o que é preciso ter todos os dias: amor.
E é isso que eu desejo amanhã. Além de que o Brasil ganhe não só amanhã claro, que todos nos amemos independente de datas comerciais. Você que tem uma namorada, seja criativo, surpreenda depois do jogo (risos), mas faça isso em alguns outros momentos. Uma flor inesperada, uma noite de amor em um lugar diferente, um dia para fazer nada, só vendo filme na televisão. E a mulherada, se cuide e surpreenda também. Não espere que só ele te surpreenda. Seja você a que decide, a que prepara um jantar romântico, a que o venda e o leva para um lugar incomum, e se cuide para o caso dele te surpreender também.
E estendo isso aos casados né? Casado também namora, surpreende, dá beijos longos no meio do nada, sai para jantar, ir ao cinema, é cordial, romântico e por aí vai. Existe vida além do casamento e cabe à vocês desfrutarem dessa escolha especial de fazer o outro feliz independente do dia. 
Eu não sou romântica e sei que preciso mudar muito. Mas tenho uma esperança enorme de que Deus me dando a oportunidade de encontrar um novo amor, não deixarei que a rotina desgaste. 
Aliás vou contar uma coisa que me fez chorar dia desses e que finaliza este post mostrando que essa coisa de namorar, amar, não tem hora, nem idade. Estava eu trabalhando em um casamento quando um casal muito simpático esperava um cafezinho. Engatamos um papo animado e a senhorinha me falou toda feliz que eles tem 63 e eles haviam começado a namorar há 3 anos no aniversário de 60 anos dela. E ele brincou dizendo que ele foi na festa para paquerar as amigas dela mais novas, mas que não havia resistido aos encantos e a insistência dela. 
Eu chorei ao chegar em casa. Eles eram leves e pensei que eu quero algo assim. Não importa se eu terei que esperar até os 60 anos. Desde que seja alguém com quem eu possa comemorar o dia dos namorados independente do dia.

Beijos e beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...