quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Saiu na Marie Claire de outubro

Expert aponta o significado de pequenos gestos que as mulheres fazem no trabalho

por  Letícia Gonzáles

Depois de explicar alguns dos gestos mais frequentes das mulheres na sua edição de setembro, a revista francesa Marie France, do grupo Marie Claire, volta à decodificação nas página de outubro. Desta vez, o psicólogo Joseph Messinger aponta o pensamento por trás do que fazemos com as mãos quando estamos no trabalho. Confira os movimentos mais simbólicos.

1) COLOCAR O INDICADOR SOBRE A BOCA 
O gesto é uma espécie de “curto-circuito” que usamos para bloquear a razão e deixar o instinto e a criatividade assumirem. Para uma mulher, apoiar os cotovelos na mesa e o indicador sobre a boca também é uma maneira de mostrar interesse por um homem.



2) TAMPAR A BOCA COM AS MÃOS
Apoiar toda a mão sobre a boca enquanto um outro colega fala indica de que temos algo contra o que ele está dizendo. A mão é uma “mordaça imaginária”, o que revela hostilidade e crítica em direção ao colega, mesmo que sem palavras. Esse senso crítico também vale para nós mesmas, quando, por exemplo, estamos concentradas em frente ao computador relendo um trabalho que fizemos.

3)  SENTAR-SE NA PONTA DA CADEIRA, COM BRAÇOS E PERNAS CRUZADAS
Essa postura revela desconforto e desconfiança face ao interlocutor. Projetar o corpo para frente também mostra o medo de ser censurada ou rejeitada. Cruzar as pernas pode indicar uma vontade de proteger o seu território ou proteger-se do estresse. Cruzar a esquerda sobre a direita é mais frequente quando estamos à vontade. O contrário ocorre mais quando estamos inquietas ou em desacordo.

4)  MEXER NA NUCA OU NA CABEÇA
Em uma reunião, cruzar os dedos atrás da nuca com os cotovelos elevados demonstra cansaço e vontade de fazer uma pausa. Encaixar uma mão na nuca é como usar uma âncora: ela nos tranquiliza face a uma dificuldade e nos dá forças para terminar um trabalho. Atenção: coçar a cabeça com uma caneta equivale a “se armar” para acabar com um colega. Por outro lado, esfregar as laterais do nariz é um claro sinal de hesitação.

5)  CONTAR COM A AJUDA DOS DEDOS 
É uma tentativa de colocar as coisas em perspectiva de maneira racional. Fazendo isso, nos reafirmamos ao passar a impressão de dominar nossas ideias e projetos. Paradoxalmente, o gesto mostra uma falta de confiança. Se as coisas estivessem assim tão claras, não precisaríamos enumerá-las... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...