Sobre mim - parte 1

Copiado do blog da Alcy (http://banzobrazil.blogspot.com)



1. Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos tem?
Eu teria a idade que tenho hoje, 27.

2. O que é pior, fracassar ou nunca tentar?
Nunca tentar. Eu prefiro ver como será, do que ficar chorando pelos cantos por não ter feito.

3. Se a vida é tão curta, por que a gente faz tanta coisa que não gosta e gosta de tantas coisas que não fazemos?
Porque somos presos à tradições, à passados, à frustrações individuais.

4. Depois que tudo for dito e feito, você terá dito mais ou feito mais?
Feito mais. Eu sempre acho que posso fazer mais de minha vida e da vida dos outros.

5. Cite uma única coisa que você gostaria de mudar no mundo.
A pobreza de espírito.
 
6. Se a felicidade fosse a moeda do país, que tipo de trabalho te faria rico?
Eu seria jornalista.

7. Você está fazendo aquilo em que acredita ou se acomodou com o que faz?
Faço o que eu acredito, com fé e amor.

8. Se a expectativa de vida fosse de 40 anos, em que isso mudaria sua vida?
Provavelmente me cuidaria mais. Meu medo é de morrer doente, velha, sozinha.

9. Até que ponto você controlou o caminho que sua vida tomou até aqui?
Acho que minha vida hoje é fruto de decisões muito minhas.

10. Você se preocupa em fazer certo as coisas ou fazer as coisas certas?
Fazer as coisas certas, aí depois faço certo as coisas, é importante manter o equilibrio desses dois atos.

11. Você está almoçando com três pessoas que respeita e admira. Todas elas começam a criticar um amigo íntimo seu, não sabendo que é seu amigo. A crítica é injusta e de mau gosto. O que você faz?
Ah eu vou falar e vou defender. Amigo é amigo, independente do momento.

12. Se você pudesse dar um único conselho a um recém-nascido, qual seria?
Ame seus pais, mas ame-se também.

13. Você passaria por cima de uma lei para salvar uma pessoa amada?
Absolutamente sim.

14. Você já viu loucura onde depois viu criatividade?
Em meu trabalho.

15. Há algo que você sabe que faz diferente das outras pessoas? O que é?
Eu ainda tenho dificuldade em perceber se tenho algo diferente. Para mim todos são sempre melhores do que eu..

16. Por que o que te faz feliz não faz todos felizes necessariamente?
Ah porque cada um é cada um né?

17. Cite uma coisa que você ainda não fez mas que quer MUITO fazer. O que te impede?
Eu voltaria a viver em Moscou. Mas as minhas escolhas me levaram à outros caminhos e à novas perspectiva bem gostosas também..

18. Você está se prendendo a algo que não deveria?
Ainda fico pensando no casamento na Igreja..

19. Se você tivesse que mudar de estado ou país, para onde iria e por quê?
New York.

20. Você aperta o botão do elevador mais de uma vez? Tem certeza de que isso acelera o elevador?
Ah eu aperto mais por sei lá, instinto maluco.

21. Você preferiria ser um gênio preocupado ou um Zé-ninguém feliz?
Ah eu já sou um gênio preocupado.

22. Por que você é quem você é?
Porque não houve moleza em minha vida. Não houve sofrimento ou fome, mas sempre houve o aprimoramento interno em meio às loucuras da vida.

23. Você tem sido o tipo de amigo que gosta de ter como amigo?
Com certeza. Sou amiga incondicional.

24. O que é pior, quando um bom amigo vai pra longe ou perder o contato com um amigo que mora bem próximo de você?
Perder contato com quem mora perto. Porque parece que é culpa da rotina, quando é culpa da falta de interesse..

25. Cite algo pelo qual você é mais grato.
Pela minha adoção.

26. Você preferiria perder suas velhas recordações ou nunca poder construir memórias novas?
Nunca poder construir memórias novas...

27. É possível saber a verdade sem antes questioná-la?
Acho que sim. Acho que isso acontece muito com os mais velhos e mais sábios, pelas vida em si.

28. O seu maior medo já se concretizou?
Sim. Já quase tive que desistir de um grande sonho. 

29. Você se lembra algo que te deixou extremamente aborrecido há 5 anos? Hoje, aquele episódio importa?
Lembro. Mas não é algo aborrecedor não. Faz apenas parte do passado.

30. Qual é sua memória da infância mais querida? O que a faz tão especial?
O meu primeiro banho quente, logo que meus pais me levaram para casa. Minha irmã que deu. Até hoje me lembro daquela água quentinha sob meu corpo fragilizado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quarto de bebê! (meninos)

Dica de beleza e saúde: Lactaid - Fast Act - O santo remédio

Decorando uma festa masculina