quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Não me inveje, eu sou como você!

Descobri em uma conversa paralela, que uma pessoa demonstrou invejinha por eu estar namorando e por estar feliz com isso. Na hora fiquei possessa, com raiva, e perguntei porquê comigo.
Encontrei a pessoa e a tratei exatamente como sempre trato. Não demonstrei que sabia do fato. Contei por alto, que estou realmente realizada no plano amoroso.
Ela não percebeu que no fundo eu estava magoadinha, mas preferi que fosse assim.
Não acho legal esse lance de sentir inveja de alguém. Seja por qual motivo for. Eu dou duro na vida. Trabalho muito, embora não pareça. Pago contas, sinto dores de cabeça, brigo com a balança diariamente. Me estresso com pouca e com grandes coisas. Sou agitada, impulsiva, egoísta muitas vezes. Tenho mais problemas que soluções, brigo pelo que acho justo e por quem acho que mereça. Passei anos me relacionando com pessoas que no fundo não me amavam, ou gostavam de mim. Já fui muito humilhada, já chorei e choro por diversos motivos.
Sempre tentei em meio a tudo isso, ser o mais honesta possível. Tento ajudar, me disponho, me ofereço de corpo e alma. Dou minha amizade e até aprendi com o tempo a ser mais carinhosa e prestativa.
Claro que espero algo em troca. E o que eu espero é respeito. Porque eu respeito a história de cada um. Não faço julgamentos profundos. Cada um tem a vida que almeja e luta.
Sentir inveja de mim, me parece perca de tempo. O que eu tenho para oferecer é pouco. E no fundo sei que tudo que eu tenho é porque eu mereço. Mereço o namorado que tenho. Mereço ser feliz em algum momento. Tenho realmete ao meu lado um homem especial. E não tenho culpa se uma ou outra pessoa não tem alguém. Não é escolha minha que alguém namore quem não goste dele ou dela.
Então, não perco tempo brigando com quem supostamente não se sente bem vendo minha atual felicidade. Desejo o dobro do que me desejam, e serei sempre quem sou, melhorando em alguns detalhes, aprendendo. Serei amiga mesmo que a pessoa no fundo não goste de ver meu sorriso.
Sorrio pra vida!. E ajudo e luto e vivo!. Pode até invejar, não tem problema, eu não acredito em pensmentos que possam atrapalhar a minha boa marcha. Seguirei firme e alcançarei meus objetivos exatamente da maneira que venho planejando ao longo de tantas quedas.
Não me inveje, não inveje ninguém. Sorria você também para a vida, pois mesmo nos piores momentos, há de se ter felicidade e realização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...