sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Dica de leitura: flor Negra - Kim Young-ha




Fazia tempo que eu não indicava um livro aqui no blog. Tenho lido bastante, mas nunca lembro nada depois. Devo ter algum problema. Aí acho bacana fazer isso para que em um futuro desses eu consiga lembrar do que li, inclusive os títulos. 
Este em especial me conquistou. Vou à Biblioteca Nacional de Brasília todos os meses, o que sugere que eu ando lendo um livro por mês. Parece pouco, mas dentro da minha rotina maluca é o que consigo. Sempre passo na estante de livros de autores coreanos, chineses e japoneses e fico com medo, receio, sei lá. Aí decidi dar uma chance e voilá! que delícia de livro gente. Não dava nada, nada mesmo, mas é uma leitura gostosa, leve e mesmo sendo um relato histórico teve um quê de sentimental, romântico e reflexivo.

Sinopse

Em abril de 1905, 1033 coreanos — ladrões e membros da realeza, sacerdotes e soldados, órfãos e famílias inteiras — embarcaram rumo ao México em busca de novas vidas. Ao chegar lá, foram obrigados a trabalhar como escravos e acabaram no fogo cruzado da violenta Revolução Mexicana.
Baseado em uma história real e esquecida da História, Kim Young-ha, um dos maiores expoentes da nova literatura oriental, constrói um épico poderoso e arrebatador, que reverbera através de continentes e oceanos e ergue uma verdadeira ponte entre o Ocidente e o Oriente.
“Flor Negra” é uma história sobre amores impossíveis, a ascensão e a queda de impérios e os riscos que envolvem a busca da liberdade.
Super recomendo. Acho que vale não só para conhecer um pouco da história, que mesmo sendo ali no México, nos pertence, mas para repensar alguns valores. O herói do livro e a mocinha nos mostram que nem tudo que fazemos por amor é o certo. E que nem tudo que fazemos certo, é por amor. E que ser egoísta nem sempre é o nosso maior erro de vida.

Beijos e beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...