segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O medo de expressar quem sou realmente.

Retirei o gesso. Ainda com dificuldade e tentando não abusar da sorte.
Por falar em sorte, decidi algo que poderá ser a minha redenção ou o meu castigo e por conta disso, terei que lidar com um de meus maiores medos: falar o que realmente sinto.
Sempre fui a de deixar para depois quando o assunto era falar minha opinião. As vezes escrevia em diários ou aqui no blog. Mas com a nova fase, eu terei que começar a expressar coisas sobre a minha pessoa, que afetará tudo daqui em diante.
Acho que será a 4º vez que eu sentirei medo, mas sinto que é importante eu revelar o que sinto e o que eu quero. Magoará, talvez será preciso reiventar a relação, mas se eu não fizer nada agora, depois poderá ser mais grave.
Isso é para mim um momento especial e não acho justo com tudo que eu planejei, sonhei e pedi a Deus, guardar por medo de não ser aceita.
Acho que a parte mais complicada é que as pessoas entendam que eu tenho meus pensamentos internamente organizados e muito do que sou, não sofreu interferência de nenhuma outra opinião. Eu tenho tudo muito claro, principalmente em se tratando de coisas bem pessoais. Me admiro por pensar em mim, como uma mulher que sabe sim, exatamente o que quer.
Tudo o que eu realmente preciso é de respeito. Pode parecer para alguns, que eu não tenha amadurecido o suficiente, ou que eu deixo opiniões me guiar. Mas a verdade, é que eu sei exatamente o que eu quero, só preciso aprender a dominar aqueles medos chatos.
Que eu consiga expressar de forma coerente o que eu reamente almejo. Quero poder seguir em paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...