sábado, 27 de fevereiro de 2010

Tive mais um dia lindo sabe?. Família reunida, dançando, comemorando um momento único. Ok, que a UNB, já está em greve, mas isso certamente não irá abalar em nada o futuro de meus sobrinhos. Vê-los ali reunidos, criando espectativas descentes e maravilhados com a nova fase, não tem preço. Chêgo a ficar emocionada, e claro, em determinados momentos pago alguns micos, de tanto que babo por eles.
Foi bem interessante reencontrar ali um ex. Ver que ele está casado e feliz, conforta meu coração. Conforta ver quem eu amo, amei, convivo e convivi está bem, seguro, satisfeito.
Mas fico triste, quando vejo alguém que realmente gosto, desconfortável com algo. Fico com vontade de pegar no colo, de tirar dele ou dela a angústia, pegar para mim aquele momento ruim e tranformar em algo colorido e vitoriosos. Tento de todas as formas, fazer quem está ao meu lado feliz, mas nem sempre eu possuo as caractéristicas necessárias para tranformar vidas. No fundo, sempre fico na minha, respondendo ao que for importante, mas fico tensa sempre. Me resta somente, rezar do meu jeito, pedindo que todos fiquem bem.
Estou um pouco sei lá...Intensa, ou desinteressada. Ou cheia de sensações esquisitas, emocinalmente trantornadoras.
E o domingo chegará, eu irei superar. Todos superaremos, todos teremos dias melhores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Quando é preciso acreditar em si

Há um ano eu conheceria uma pessoa que mudaria para sempre a relação que eu tenho comigo mesma. E que me fez entender o que é atravessar um...