quarta-feira, 13 de junho de 2018

Mais um dia dos namorados

Ontem foi aquele dia clássico onde a internet bombou e o comércio, ainda que em crise, arrecadou bastante. Criado pelo pai do Dória, o 12 de junho era, até uns anos atrás, apenas mais uma data comum onde trocava-se um presentinho básico e a vida seguia.
Mas aí né? O face e o insta passaram o dia inteiro sendo bombardeados de mensagens fofas e cheias de promessas e agradecimentos.
E eu curti mais de 200 casais felizes no instagram e confesso que metade deles eu conheço e um pouco menos do que a metade me inspiram. 
Ontem eu estava tristinha. Não efetivamente porque em mais um dia dos namorados eu estou solteira. Mas a verdade é que nem me lembro de comemorar esta data ao namorar. Casada, meu ex me deu um presente e sim, eu tinha esquecido que dia era.
Eu particularmente não gosto de comemorar estas datas que empurram pra gente anualmente e incluo os dias das mães e dos pais. Não por ser insensível, mas porque eu sou dada à afetos espontâneos, principalmente quando por ventura eu namoro.
Inclusive, namorar é algo que já não me cabe querer. Por vários motivos e o maior deles é ter a absoluta certeza de que é possível nesta vida ser feliz sozinho. Tá, já disse acima que não estava muito feliz, mas nunca jamais por conta de ter lido e visto tantas palavras e fotos fofas de casais que acreditam no amor.
Eu perdi esta fé no amor à dois. Talvez por culpa minha, talvez por culpa da minha última tentativa mais que frustrada de me relacionar, onde inclusive, ouvi diversas vezes que não sou nem para namorar, muito menos para casar. Tem como acreditar ouvindo isso de quem você "ama"?
E eu sigo. Enviei mensagem para todos os meus amigos do whatsapp, porque sou dessas, e agradeci a Deus por todos os meus relacionamentos, os bons e os ruins. Acho que a gente vai aprendendo a lidar com a vida sem esperar que o outro se apaixone por você. 
E à você que ler este texto, meus mais sinceros votos de que caso esteja em algum tipo de relacionamento, seja muito feliz e não espere o próximo dia 12 de junho para declarar seu amor. Faça amanhã também. E na próxima segunda, em meio à contas e meias para dobrar. Amar é para poucos, quem tiver seu par verdadeiro, não deixe escapar. Cuide. Deve valer a pena. Eu não sei. 

Beijos de luz e corações!

Um comentário:

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Registrando aqui, depois do texto que escrevi pela manhã, que há 08 anos o sentimento era o mesmo: segunda-feira, 2 de agosto de 2010 ...