sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Para você que não precisa ser meu.

Este texto é para você que anda brincando com a minha cara. 
Para você que já brincou. 
Para você que me usou.
Para você que saiu comigo mesmo tendo namorada.
Para você que promete mundos e fundos por 2 vezes e me manda mensagem dizendo que está conhecendo alguém.
Para você que me acha um monte de coisas legais, mas que eu não sou para namorar.
Para você que propõe diversão, mas quando eu preciso de uma carona para o hospital, nem atende ao celular.
Para você que diz que está na hora de parar de fazer tatuagem porque está feio.
Para você que diz que é ruim dançar comigo porque sou baixa e não posso usar salto.
Para você que acha que minha casa é um playgroung e que pode chegar a hora que quiser, dormir, tomar banho e ir embora.
Para você que diz que meu pé é feio.
Para você que nem me beijou e me pergunta se me apego fácil.
Para você que me acha legal, mas só entre 4 paredes, porque eu não sou um tipo de pessoa que vale a pena andar de mãos dadas na rua ou apresentar para os amigos.
Para você que é casado e acha que por eu ser solteira tenho que aceitar você como é.
Para você, que não tem nenhuma intenção bacana comigo, mas me manda carinhas fofas no whatsapp :)
Para você que me assustou um dia bem cedo me fazendo uma surpresinha e que agora ignora meus "bom dia" pelo whatsapp.
Para você que me acha mau educada, porque falo palavrão. Alcoólatra, drogada e flácida porque não frequento academia. 


Para você o meu sincero muito obrigada! Obrigada por me tratar com insensibilidade, por me enviar mensagens secas, quando manda lógico.

Obrigada, porque assim eu permaneço leve, livre e solta. À espera do meu grande amor. Se ele existir, que ele venha na hora certa, para somar, para me ajudar a ser uma pessoa melhor.

Se não for para ser feliz, prefiro. Porque não gosto de viver nada pela metade. Gosto de aventura, emoção, aquela sensação gostosa de um amor correspondido.

A solidão tem me feito bem de certo modo. Consigo concentrar mais energia em ajudar ao próximo, em cuidar dos meus pais, em planejar meu futuro, minha viagem para a Rússia. Consigo estudar, dormir e fazer nada. 

Sem hipocrisia, sinto falta de alguém. Mas aí quando revejo todos os relacionamentos meus que não deram certo e avaliando meus dois últimos anos, agradeço a Deus por poder hoje estar solteira. Porque sei que relacionamento demanda tempo, dedicação, entrega e eu não quero ter que me dedicar no momento à uma pessoa. Tenho amor demais, vontades demais, sonhos demais e isso eu preciso compartilhar com quem me é importante: minha família, meus amigos, minhas noivas, minhas gatas, meu trabalho.

Quando for para ser inteiro, que esta pessoa apareça. E que até lá eu sobreviva à todos esses vocês lá em cima citados. 

E mais uma vez digo: se for para me sacanear, passe direto. Obrigada, de nada.

Beijos e beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...