sexta-feira, 4 de setembro de 2015

E agosto passou. Setembro chegou.

Passados 4 dias do mês de setembro, sinto um certo alívio. Porque eu tive um dos piores meses em meus últimos humildes 31 anos de vida. Agosto de 2015 entrou para a história. 
Os dias se arrastaram. Stress quase todos os dias. Vários momentos de dúvidas. Outros tantos chorosos. E muita, mas muita solidão. Também rezei pra caramba, porque né? Como sobreviver a algo tão ruim se não for orando muito. Rezando. Fazendo mandinga?
E cada dia de agosto parecia que fazia brotar outro. E em vários momentos eu quase quis me afogar no vaso sanitário, pular do meio fio. Foi algo surreal. 
Muita gente teve a mesma opinião que a minha, tanto é que assim como eu, muitas pessoas se manifestaram no facebook no primeiro minuto de setembro. Não resisti e comentei. 
Sempre soube que agosto era considerado o mês piorado do ano, mas neste em específico, tive absoluta certeza. Aí me lembrei que me casei em agosto, então não ligava para isso, pois era feliz né? Até ter vivido os 31 dias mais bizarros da vida. 
Mas sobrevivi, sobrevivi fortemente, recebendo muitos conselhos, abraços carinhosos. Saí duas vezes, trabalhei para caramba, como sempre, e aqui estou, me preparando para um mês que começa oficialmente para mim amanhã. 
Amanhã realizo o primeiro de 3 casamentos que irei coordenar e vocês não imaginam como estou aliviada por finalmente ter chegado. O de amanhã, 05/09, tem uns 8 meses que vem sendo planejado. O do dia 13/09 um pouco mais. E o do dia 12/09 planejamos em menos de 2 meses. E eu estou muito feliz, emocionada, e grata. Bate um nervoso normal, uma ansiedade gostosa e principalmente, amor. Amo cada um desses casais que confiaram em mim, na minha equipe e que estão certos de que darei o meu melhor do melhor. Sei que infelizmente uma coisa ou outra sai do roteiro, estressa, mas eu sempre digo para meus noivos: ninguém sai de casa com o pensamento de estragar o sonho alheio. A pessoa teria que ser no mínimo malvada, e com algum tempo trabalhando com isso, aprendi que só quem gosta muito que consegue  levar com sabedoria e fé o sonho de duas pessoas, sonhado as vezes com pouco dinheiro e muita gana de serem felizes.
E setembro chegou, renovando minha fé, me dando um sopro de esperança e casamentos lindos para cuidar com o meu coração. E me trouxe do nada um Chá muito especial, duas provas da Pós, que aliás continuo tendo altos problemas, e em agosto comecei o terrível TCC (aqui um agradecimento especial à Amiga Ex-Noiva, que passou um domingo me ajudando a pensar nele) e me trouxe os desafios de sempre, mas sei lá, ao menos ainda, não está sendo um mês pesado como foi o mês de agosto e só por isso eu já agradeço à Deus.
Sei que isso de mês bom, mês ruim, ou ano bom, ano ruim, é meio lenda urbana. Mas por precaução, começarei a ter mais cuidado com o mês de agosto daqui pra frente.

Bom feriado!
Bom setembro!

Um beijo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Semana 01 de 2018 - Insegurança

E chegamos finalmente em 2018. Meu réveillon foi muito bom. Tive uma crise interna quando cheguei na festa, meio que me achei feia (sim, é ...