segunda-feira, 16 de setembro de 2013

O meu agradecimento pelas Bodas de Ouro dos meus pais

Devemos ser grato a Deus pelos pequenos detalhes.
Nos detalhes descobrimos o valor de uma realidade.
Olhar as miudezas da vida faz a diferença.
Padre Fábio de Mello
 
Venho nesta segunda-feira agradecer a Deus pelo dia 14 de setembro de 2013. Dia especial, onde comemoramos os 50 anos de casamento dos meus pais. Estiveram presentes muitos amigos, familiares e queridos. Pessoas que são importantes para eles e consequentemente para nós.
Em especial gostaria de agradecer à minha Chefa Linda, que me apoiou pacientemente e me deixou sair várias vezes para resolver pendências. Agradeço aos meus alunos pela sensibilidade enquanto eu meio que esquecia uma coisa ou outra. Aos meus amigos, que me escutaram falar horrores sobre isso. Ao meu Marido, por me levar em vários lugares e me emprestar o cartão de crédito. Fora que ele aturou todo meu stresse dos últimos meses. Agradeço à Aluna de Espanhol-Maquiadora que foi até a fazenda e deixou minha mãe uma noiva linda. À irmã dela que fotografou tudo de forma tão perfeita. Agradeço à minha Cumadre pelos bolos, doces e bem casados deliciosos e bonitos. Agradeço à minha irmã por todas as ideias que ela teve, pois eu digo, se tem uma pessoa que fez com que este dia fosse especial, este mérito certamente é dela e eu tenho muito orgulho de ter feito parte desse dia.  Agradeço às minhas noivinhas por entenderem a importância destas bodas e por terem me esperado, agora é hora de voltar à realidade e encarar de forma muito mais real o casamento de vocês. Certeza de que ganhei muito mais experiência e da mesma forma com que me dediquei às bodas dos meus pais, me dedicarei ao casamento de vocês.
A luta foi grande. Dias pensando, compras infinitas, muda e recomeça, e pensa tudo de novo. Grava cd, compra prato, escolhe música, escreve  texto, escolhe look e sim, eu só pensava nisso. Mas deu tudo certo. Meus pais ficaram felizes e os convidados se divertiram, dançaram, beberam, comeram e eu sinto que sairam felizes mesmo, pois fizemos com muito amor tudo.
E que venham outros eventos lindos, outras casamentos, outros festas, outras bodas e por aí vai. Por quê, o que é a vida se não celebrar a honra e a glória de estarmos vivos né?
Obrigada a cada um. Se eu esqueci de alguém, saiba que não foi de próposito. Ainda estou colhendo uns cacos que perdi pelo caminho, mas estou com meu coração em festa.
 
Beijos e beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...