quinta-feira, 3 de maio de 2012

Dia 28 de abril - Dia da Sogra! - Como é o seu relacionamento com a sua?

Dia 28 de abril foi o dia da Sogra e eu nem sabia disso. Só sei que ontem foi o niver da minha Sogra e eu resolvi prestar uma pequena homenagem, não só à ela, mas à todas as sogras do mundo inteirinho, inclusive a minha mãe que é sogra de 5 pessoinhas (tadinha!).
Porque se tem um relacionamento que requer um estudo aprofundado é o de nora/genro e sogra. Eu acho complicadíssimo, assim como acho todo tipo de relacionamento complicado. Mas assim como em tudo na vida, pode dar certo e pode ser muito interessante até.
Eu ainda estou aprendendo e ainda vou passar a vida inteira entre o acertar e o errar, mas antes de tudo o que eu prezo é o respeito. Eu respeito minha sogra, admiro sua luta e estou sempre diponível para o que for preciso. Ainda mais com ela morando no mesmo andar que eu. É fácil me relacionar com ela?. Não. Muito mais por mim do que por ela. Pois eu sempre admito que tanto as mães quanto as sogras, possuem mais experiência, sabem muito mais do que nós e as vezes eu fico mesmo é sem graça. Mas assim como me sinto um peixe fora dágua em vários sentidos, me sinto sim, como nora, num eterno aprendizado. Mas acho que no fundo, vale a pena, pois eu sou muito grata por ter meu Marido e por ele ter passado por uma educação baseada no respeito mútuo e no carinho diário.

E se você está com alguma dificuldade em se relacionar com a sua Dignissíma Sogra, seguem algumas dicas importantes para que a convivência seja normal e gostosa. Perfeita não será, mas vale a pena tentar.


Os relacionamentos amorosos sempre trazem somas para nossa vida, aumentam o nosso entendimento sobre o outro, nosso círculo de amizades e, por consequência nossa família.
A família do nosso (a) companheiro (a) acaba fazendo parte de nosso convívio e conversas. E dentro dessa família há alguém que é muito querida e, algumas vezes vista como “malvada” ou “intolerante”. Você a chamará de sogra.
Conviver bem com a sogra evita brigas do casal e a intromissão de outras pessoas em sua relação. E se você é mulher e acha que tentar um relacionamento bom com a mãe de seu “querido” é perda de tempo, lembre-se de que, se você já é ou um dia for mãe, suas chances de ser o outro lado da moeda são bem grandes.
Geralmente o problema com a sogra aparece quando ela não compreende que seu bebê já cresceu e quer ter alguém com quem divida sua vida, além dela. Algumas querem saber onde se encaixam na vida do casal e outras pensam que perderam seu (sua) filho (a). Mas com jeito e muito carinho, você pode fazer com que ela mude o modo de agir.

- Converse com sua sogra dando a impressão de querer aprender com ela, sem fazer guerra de egos. Não conte segredos de seu (sua) parceiro (a). Ela pode não entender e ficar com ciúmes;
- Se ele tiver irmãos, tente ser amiga ou fique mais próxima deles. As mães gostam de ver o quanto seus filhos são queridos por alguém. Principalmente se esse alguém quer fazer parte de sua família;
- Pergunte a ela como deseja ser tratada. Algumas mulheres não gostam de serem chamadas de “senhoras”, “donas” e nem de “tias”. Preferem ser tratadas por “você”. Evite constrangimentos;
- Dê presentes apenas em ocasiões especiais como: aniversário, natal e dia das mães (se você quiser). Enchê-la de presentes poderá dar a impressão de que está querendo comprá-la;
- Não chegue contando os problemas de sua família. Fale sobre assuntos agradáveis;
- Deixe os beijos e abraços mais quentes para os momentos íntimos do casal.
- Se sua sogra falar mal do seu (sua) parceiro (a), não tome partido de nenhum dos dois lados. Escute e balance a cabeça.
- Existem algumas sogras que gostam de provocar, por isso tente não baixar o nível. Escute o que ela tem a dizer e veja se as críticas dela fazem algum sentido, caso não façam, peça ao (a) filho (a) dela que converse com ela;
- Não critique a educação do seu (sua) companheiro (a) com a sua sogra. Isso é algo de deve ser conversado entre você dois somente;
- Ofereça ajuda a ela. Seja para as compras, louça e outros afazeres. Isso faz com que se crie um vínculo de confiança entre vocês;
- Tente fazer com que ela tenha admiração por você. Demonstrar organização em sua vida é um ótimo começo;
- Peça conselhos a ela, não só sobre o que fazer para o (a) filho (a) dela, mas para outros assuntos. Você não precisa segui-los se não quiser, mas é sempre bom ter uma segunda opinião;
Mãe vê o filho como uma extensão de si, portanto se você o (a) trata com amor, respeito e carinho, já está dando um grande passo para que seu convívio com ela seja o melhor possível.

Espero do fundo do meu coração que o seu relacionamento com a sua sogra fuja do padrão criado pela sociedade. Pense nela como alguém com quem você pode contar, principalmente naquela parte da vida em que Deus resolve levar nossos pais. A vida é feita de escolhas e escolher respeitar e conviver bem com as pessoas faz de nós seres humanos soberanos diante do amor divino.
Tenham uma ótima quinta!

Beijos e beijos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Casamento Jeff e Carol - 21/04/2018

Se eu soubesse que 2018 seria tão emocionante e feliz, eu teria reclamado menos do pé na bunda que levei depois do Carnaval.  Pois é. Ass...