domingo, 24 de julho de 2011

Reflexões sobre a morte em um contexto geral

A morte da Amy só me fez refletir sobre a morte.
Caracas como tenho medo de morrer.
Sim, medo de não dar tempo de viver uma vida bem vivida (estranha frase).
É fato que para morrer basta estar vivo. E esse lance de não saber quando será é angustiante. Faço mil perguntas e me deparo sem nenhuma resposta. Hoje estamos aqui e amanhã?.
E pensei na morte das pessoas comuns, mortas por balas perdidas, em acidentes desastrosos, por doença, na fila de hospital. E as pessoas que morrem dormindo?. E as que morrer depois de um dia lindo, com a família, fazendo o que gosta?.
Todo tipo de morte me choca. De todas as pessoas. Tenho medo de perder meus queridos. Tenho medo de morrer na solidão. Sem filhos, sem ao menos ter conseguido realizar tudo. 
É isso. Eu tenho medo da morte, medo do que pode acontecer depois dela, mesmo não acreditando que exista algo depois que paramos de respirar. Para mim, tudo começa aqui e termina aqui. Ou seja, ou se vive bem uma vez, ou não teremos outra chance. E iremos virar pó e não teremos mais outra oportunidade. E se tivermos, será que vale a pena viver de novo?.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...