terça-feira, 12 de abril de 2011

Por que eu tenho um blog, se ele não é famoso?

Acho que minha pressão ontem despencou. Passei muito mal, corpo doía, febre imaginária, frio. Nem fui à aula, sogrinha fez caldinho de ervilha e fiquei mofando na cama até dormir.
Hoje namorido acorda com dores no joelho, acho que dormiu em uma posição muito ruim, foi um caos levantar, tadinho!.
E eu fui dormir pensando em: por que eu ainda escrevo no blog?. Sei que umas duas ou três pessoas o leem. Fico feliz que ao digitar Bolshaia, o meu blog apareça em primeiro no google, mas por que eu ainda escrevo, se ele não é famoso, se ele não tem os atrativos que um blog famoso tem?. Eu não saberia explicar.
Um dia alguém me perguntou sobre o quê era meu blog e outra pessoa disse que era sobre mim. A outra pessoa fez aquele som de Ah!, assim meio que desdenhando hihihi, pelo menos foi assim que eu senti.
É verdade que minha vida para algumas pessoas não seja interessante. Já ouvi muitas vezes que escrevo muita merda, que meu blog é nada a ver. Por diversas vezes penso nisso também e fico com uma vontade enorme de parar com isso. Mas para mim, independente de quem lê ou não, eu ainda vou continuar escrevendo. Nem que seja só para mim. Eu gosto de escrever e já tenho tantos textos que não tenho coragem de abandonar o blog, é como se fosse uma ingratidão, pois por muitas vezes o blog me ajudou muito a superar algumas crises e alguns dias complicados.
Enfim, mesmo que ninguém passe por aqui, mesmo que passem por aqui e não comentem por acharem meus textos ruins, eu vou continuar escrevendo. Pois um dia eu terei filhos e quero que eles leiam para me entenderem, ou para rirem de minha cara. Tanto faz. Escrever é um vício gostoso que não faz mal nem a mim nem a ninguém. Não sou politizada, nem defendo nenhum segmento. Escrevo para simplesmente me sentir feliz!.

Um comentário:

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

10 anos. A pausa.

sexta-feira, 13 de abril de 2007 Novo blog...............aff Sério..........essas formalidades da informática me irritam. havia...