sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

"Quem é capaz de sofrer intensamente também é capaz de intensa alegria."
Clarice Lispector


Porquê quando eu decidi parar de sofrer por não agradar, eu me libertei de um peso que eu carregava desde a infância. Não é fácil ser diferente, ou opinar de maneira diferente. Eu ainda estou aprendendo a estabelecer minhas próprias regras internas. Assumí-las ou ter certeza de que elas me fazem quem eu realmente sou, é a parte mais complicada do processo. Ainda espero progressos contínuos. Tenho fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Quando é preciso acreditar em si

Há um ano eu conheceria uma pessoa que mudaria para sempre a relação que eu tenho comigo mesma. E que me fez entender o que é atravessar um...