terça-feira, 29 de junho de 2010

A adolescência passa de verdade.


Hoje a aula foi reflexiva. Pelo menos para mim. Eu como professora, me desespero vendo meus alunos tão cheios de oportunidades, estragando a vida sem uma noção exata. Fico tensa, vendo o desespero do pai e toda sua dedicação, para dar um vida digna e descente, e percebo que praticamente é tudo em vão.

Entendo que é da idade. Quando somos jovens demais, as escolhas e a vida em si são muito confusas. Mas não aceito a falta de objetivos.

Eu quando adolescente era tão cheia de planos. Tá certo que todo dia era um sonho, mas os principais eu acabei conquistando na marra, porque eu sempre quis ser alguém. Não fui muito feliz em alguns momentos, tomando atitudes estranhas que chateavam meus pais. Só que de um modo geral, tava na cara que eu teria a minha vida exatamente como planejava. Comprei a briga certa e fui até o fim. Errei, mas não abusei da boa vontade de meus pais em me ver uma mulher de verdade. Eles fizeram tudo para me ver bem e eu só agradeço.

E sei que tudo que passei como jovem, me fez a mulher capaz de hoje. E sou muito feliz por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Me ajude a ser melhor!

Quando é preciso acreditar em si

Há um ano eu conheceria uma pessoa que mudaria para sempre a relação que eu tenho comigo mesma. E que me fez entender o que é atravessar um...